A Problemática do Telemóvel – ComRegras

O blogue ComRegras, novo parceiro deste blogue para o Apoio Jurídico, o espaço SOS e a área denúncias, solicita um debate para a problemática do telemóvel na sala de aula.

O autor avança com a proposta no uso do telemóvel como ferramenta de apoio às aulas com 8 regras a ter em conta.

 

Aconselho a vossa participação e debate sobre o tema no referido blogue.

 

A problemática do telemóvel: reflexão e procedimentos.

 

Existem vantagens na utilização do telemóvel, é inegável! O telemóvel pode ser uma ferramenta importante na sala de aula e colaborar no processo de ensino-aprendizagem de diferentes formas, como por exemplo:

 

 

telemóvel na aula

Retirado do slideshare Telemóvel na sala de aula: distração ou canivete suiço, por Adelina Moura.

 

 

PS: os links para as 3 áreas de parceria encontram-se na barra horizontal do blogue em ComRegras. É um apoio gratuito onde podem colocar as vossas dúvidas e pedido de apoio jurídico que será respondido a todos os que o solicitarem.

 

comRegras

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/03/a-problematica-do-telemovel-comregras/

13 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Zé Manel on 23 de Março de 2015 at 21:48
    • Responder

    1ª regra: nunca se deve usar o que não é necessário;
    2ª regra: o telemóvel não é necessário numa sala de aula;
    3ª regra: quem usa o que não é necessário ou é burro ou está a pedi-las.
    4ª regra: quem não perceber as regras anteriores deve ser obrigado usar um pombo correio.

      • desalinhada on 24 de Março de 2015 at 16:41
      • Responder

      Boa resume tudo!!!!

    • Ana on 23 de Março de 2015 at 22:04
    • Responder

    Não tardará muito a substituição integral do cara-a-cara pelo cara-écran… e, num fututo por enquanto ainda sci-fi, pelo écran-a-écran… a escola como a concebemos tem claramente os dias contados. Sou contra. É incrível a forma como temos vindo a ceder a nossa privacidade e o nosso direito a não estar ao serviço 24/7… chegámos ao ponto de estar SEMPRE contactáveis, sempre localizáveis, sempre à mão. Já não chegam os power points e projeções constantes, os emails, blogs de turma, de projectos, de tudo e mais alguma coisa?

    • Maria Tavares on 23 de Março de 2015 at 22:21
    • Responder

    Treta!

    • Ana on 23 de Março de 2015 at 22:53
    • Responder

    O slideshare mostra como um telemóvel melhorado pode substituir um professor e com vantagem! Venha ele!

    • maria on 24 de Março de 2015 at 0:32
    • Responder

    Discordo com a afirmação que “o telemóvel pode ser uma ferramenta importante na sala de aula e colaborar no processo de ensino-aprendizagem de diferentes formas”. O uso de telemóvel é um instrumento de distracção dos alunos, de conflito, de preocupação. O telemóvel deve ser desligado pelos alunos assim que entram no portão da escola. Não conehço nenuma situação de melhoria … deixem de parvoíces, por favor. A escola já está com muito, muito ruído…. fic aqui o desavio de deixarem as vossas opiniões.

    • Swell on 24 de Março de 2015 at 0:57
    • Responder

    na minha sala de aula o telemóvel é uma excelente ferramenta… de arremesso.

    • desalinhada on 24 de Março de 2015 at 10:25
    • Responder

    Qualquer dia eles podem tudo na sala de aula. É lamentável que alguém defenda o uso do telemóvel na sala de aula… só se for daqueles professores que, lamentavelmente, também o usam e até atendem chamadas na aula! Aliás, o telemóvel devia ser proibido nas escolas…e faculdades, nde a falta de educação também já chegou e até nos cursos de medicina. Os futuros médicos vão estar a operar e a falar ao telemóvel. Só quem não tem experiência defende uma coisa destas. Isto levava a uma profunda reflexão sobre o ensino.
    Para motivar chegam as novas tecnologias já existentes, que eu também dispenso, porque os anos vêm demonstrado que não é com mais “folclore” que eles sabem ler, escrever, e pensar melhor!!! É preciso trabalho, trabalho, trabalho,…. nem tudo é prazer imediato. Mas já agora, porque não um “charro” na sala de aula, há quem defenda que ajuda a criatividade… Enfim… onde nós chegamos… Há bons livros no mercado sobre questões de disciplina e sobre o “eduquês” e já agora “Pais à beira de um ataque de nervos” tb é uma leitura interessante, sobretudo na definição do que é um bom professor….

    • Ana Malhadinhas on 24 de Março de 2015 at 12:09
    • Responder

    Tantos velhos do restelo por aqui… As novas tecnologias vieram para ficar. Temos de aprender a trabalhar com elas e dar-lhes um uso produtivo. A pesquisa no telemóvel quando não há net numa sala de aula ou a redação de mensagens amorosas, bem redigidas no mesmo, a partilha de excertos de textos como tpc no telemóvel, a interpretação de coordenadas via gps do telemóvel e a sua transposição para um gráfico cartesiano, a leitura e reflexão do jornal diário na sala de aula, enfim, já viram o potencial tremendo que aqui está se não tivermos medo deste “bicho”?…

      • desalinhada on 24 de Março de 2015 at 16:39
      • Responder

      Não se trata de velhos do Restelo. Trata-se de saber o que realmente se quer e quem pensa que investigação só se faz através da Internet e que daí é que advém o conhecimento engana-se! Mas é bom ter opiniões e metodologias diferentes se os seus alunos conseguem sucesso escolar dessa forma óptimo e depois uma “língua tresmalhada” como diz Várias Losa. VIVEMOS mesmo na sociedade do espectáculo, também há quem defenda que se pode fazer um estudo sociológico a ver a casa dos segredos e outros. Enfim… novas tecnologias sim mas sempre ao serviço do conhecimento. Não para passar o tempo na sala de aula. A escola que tem melhores resultados a matemática no país ainda usa quadro e giz e claro muito trabalho, trabalho. ..

    • Ana Costa on 24 de Março de 2015 at 12:43
    • Responder

    Há aulas em que uso o telemóvel dos alunos como ferramenta de ensino. Quando não há PCs disponíveis, levo o meu hotspot e os alunos fazem pesquisa orientada a partir do seu telemóvel. Uso também aplicações do telemóvel para suprir falhas de equipamentos da escola, tendo ainda no final do 2º período pedido aos alunos para instalarem duas aplicações que foram usadas num trabalho laboratorial. Deixo também tirar fotos a experiências realizadas em sala de aula. Quando não é necessário, o telemóvel não é permitido. Talvez tenha sorte com as turmas, mas nunca foi razão para os alunos se sentirem à vontade para fazer ou aceitar chamadas. Se preferia que todos tivessem tablet em vez do telemóvel? Preferia. Há até escolas pilotos que substituiram os livros por tablets com sucesso. Mas nem todos têm e por isso uso os recursos disponíveis. Na minha opinião, esta é uma discussão estéril – há que trabalhar aproveitando o melhor de cada recurso que temos à disposição.

    • MPereira on 24 de Março de 2015 at 14:41
    • Responder

    Para as novas tecnologias que vieram para ficar também deviam existir
    novas tecnologias que no momento da entrada dos alunos na sala de aula
    impedissem as interferências constantes resultantes do uso indevido
    destes equipamentos, repito indevido, nem sempre perceptível em turmas
    de 30 alunos. Alunos há que em vez de um, levam para a aula dois e três
    destes “bichos”, alunos para quem o telemovel JÁ é o prolongamento
    natural do braço, alunos com a mão no bolso dedilhando mensagens e que
    aparentemente estão a participar na aula. Por isso, a utilização de um
    equipamento na sala de aula que só passa a ser tecnologicamente
    acessível mediante decisão do professor parece-me ser imprescindivel.

      • Ana Costa on 24 de Março de 2015 at 15:24
      • Responder

      O inibidores de rede móvel ainda estão caros, mas é previsível que o preço baixe e então qualquer professor poderá levar um no bolso para sala de aula

      http://www.jammerfromchina.com/categories/Mobile_Phone_Jammers/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog