Lugares de QZP e Vagas de QZP a Extinguir

Dos dados que recuperei da lista de não colocados no concurso interno de 2013 existem 10855 docentes dos quadros de zona pedagógica distribuídos da seguinte forma.

 

Lugares de QZP

 

Existem ainda 2552 docentes colocados nos concursos externos extraordinários de 2013 e 2014 que entraram em lugar de QZP. No entanto, estas vagas não são recuperadas caso os docentes entrem em quadro de agrupamento/escola.

No total existem 13407 docentes dos quadros de zona pedagógica, que representa perto de 20% do total de docentes dos quadros.

Tendo em contas que estas vagas não serão recuperadas o aviso de abertura do concurso terá de, para além das vagas positivas e negativas de QZP fazer identificação destas vagas. Como não será fácil distinguir uma vaga negativa de uma vaga não recuperada presumo que as mesmas possam ser consideradas todas como negativas. Mas claro que não tenho a certeza disto.

O mínimo que se exige do MEC é que pelo menos estas 2552 vagas não recuperadas de QZP se transformem em lugar de QA/QE, como sempre foi referido pelo próprio MEC em que as vagas se consolidavam no concurso interno.

 

QZP extinguir

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/02/lugares-de-qzp-e-vagas-de-qzp-a-extinguir/

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Números assustadores!

    • Um QZP on 2 de Fevereiro de 2015 at 22:27
    • Responder

    Isto é mais um exemplo da lavagem cerebral que pretende confundir e enganar todos. Vagas recuperadas, vagas a extinguir, vagas positivas, vagas negativas, vagas para o raio que os parta a todos…

    Sou QZP e a vaga que estou a ocupar agora nem é positiva, nem negativa, nem se vai extinguir. Vai, pura e simplesmente, manter-se lá por muitos anos(a não ser que se lembrem de mais alteração legislativa anormal). Para essa vaga haverá possivelmente um concurso interno e externo (que parece que até são especiais, talvez porque trarão brinde!), mobilidade interna e se calhar, com um pouco de magia, mais uma série de nomes para disfarçar a atribuição de um tacho para os boys da autarquia ou de alguém próximo da direção… bah!

    Será que é de mim ou isto serve apenas para baralhar os mais distraídos e no fim subtrair/manipular os lugares sem que os idiotas do costume se apercebam! Arlindo, faça-nos um favor, lute por simplificar esta treta toda em benefício da classe e deixe de promover esta estupidez.

    Devia haver uma lista de vagas (com 2 tipos de horários, definitivos e temporários). Existiria também uma lista de professores interessados em concorrer criada anualmente (com gente dos quadros, qzps e candidatos a contratos) e um único concurso anual. As vagas nesse concurso iriam ocupadas e atualizadas conforme as necessidades e a lista de interessados seria reduzida para que contenha os que ainda faltam colocar. Sempre que surge um lugar de QE, vai-se à lista e percorre-se as opções por ordem de graduação até que surja uma preferência que encaixe. Se não há candidatos dos quadros para ocupar uma vaga, é mais um professor a entrar para os quadros. Quando extinguissem as colocações dos quadros, entrariam os contratados.

    Será que é assim tão difícil ou sou apenas eu o único iluminado que consegue entender isso?!? O assunto estava resolvido com um concurso e uma lista. Se forem verificar noutras classes sociais e/ou outros tipos de emprego, é assim que se faz.

    Mas se calhar convém complicar… por isso, nada de soluções que funcionem!

      • Um QZP on 2 de Fevereiro de 2015 at 22:31
      • Responder

      PS – E mais uma nomenclatura brilhante para adicionar: Lugares de QZP e Vagas de QZP. Já agora, porque não também Espaços de QZP, Posições de QZP ou Cargo de QZP. Assim seriam 5 as opções e ficaria mais giro!

    • Fartinho on 2 de Fevereiro de 2015 at 23:38
    • Responder

    Mas que números são estes? Estes qzps não foram colocados por foram colocados por concurso interno porque isso acontece na mobilidade interna… estes números são apenas mais uma propaganda contra a abertura de vagas nos quadros… o Arlindo devia ter vergonha de participar neste teatro de há vários anos em que se explora que há professores a mais nos quadros… afinal os requalificados foram apenas 15 e de áreas específicas.

    • Fartíssimo disto on 3 de Fevereiro de 2015 at 0:20
    • Responder

    “O mínimo que se exige do MEC é que pelo menos estas 2552 vagas não recuperadas de QZP se transformem em lugar de QA/QE, como sempre foi referido pelo próprio MEC em que as vagas se consolidavam no concurso interno.”
    Isto é, simplesmente uma grande mentira. Se as vagas se consolidavam no concurso interno, então só deveriam ser considerados pertencentes aos quadros todos os QZP´s inconstitucionalmente vinculados que conseguissem um QA/QE!!!

    Se abrirem pelo menos 2552 vagas de Qa/QE provavelmente nenhum destes recém vinculados deixará a sua vaga extinguir-se porque pura e simplesmente as colocações não chegarão a eles (só se for no ensino especial e não sei…). Tudo isto foi atirar areia para os olhos só para deixarem os contratados efetivar sem os do quadro concorrerem. Depois virá a MI e quem é que concorre e apanha os primeiros horários? São os da 1ª prioridade, isto é, os que até agora eram os contratados e agora passam à frente dos desterrados. POUCA VERGONHA!

    As 2552 vagas do concurso injusto de 2014 deveriam ser vagas de QZP no interno de 2015, isso sim!

    • Fartíssimo disto on 3 de Fevereiro de 2015 at 0:30
    • Responder

    E ainda digo mais: espero que no final de contas exista entre vagas/lugares ou qualquer outro conceito que queira arranjar um SALDO POSITIVO de pelo menos 2552 lugares de quadro entre QA/QE/QZP. Isto sim é que dava jeito.

    Não se preocupe com as não recuperáveis, pois serão muito poucas!!!!!!!

    • filotnip on 3 de Fevereiro de 2015 at 22:28
    • Responder

    Vergonha e ma fe deixar os desterrados dos QA longe enquanto se assiste de camarote a esta palhacada com a anuencia dos sindicatos e de alguns sindicalistas! Ponham as maos na consciencia e lutem pelo que e justo e nao pelo que vos convem….

    • Duarte Félix on 5 de Fevereiro de 2015 at 23:14
    • Responder

    O concurso que os sindicatos reclamaram como uma grande vitória será mais uma vez para “lixar” os QZP, porque ninguém acredita que abram vagas em QA quando nós os QZP somos carne para canhão, obrigados a concorrer todos os anos(só não concorri em 2014!) e para uma região que abrange dois distritos e metade de um terceiro. A esta coisa que eles chamam de vitória eu chamo de incompetência e hipocrisia,mas a verdade é que eles são QA na maioria dos caos e estão-se lixando para os do QZP e Contratados…enfim

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: