Concurso Interno e Externo dos Açores – Projeto de Lista Ordenada

Concurso Interno Extraordinário: Projeto de Lista Ordenada

Concurso Externo Extraordinário: Projeto de Lista Ordenada

 

 

E como se vê, nos Açores existe algum respeito pelos docentes com o cumprimento das datas previamente anunciadas em calendário.

 

 

açores datas

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2014/07/concurso-interno-e-externo-dos-acores-projeto-de-lista-ordenada/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,


  1. Pois, muito prático sem dúvida, pena é não considerarem todos os quadros do continente como professores de quadro, por exemplo, um docente que queira concorrer para os Açores só o pode fazer no concurso interno se for quadro de escola, uma vez que não reconhecem os quadros de zona do continente, eu acho que como a legislação dos Açores é diferente da do continente e como não há reciprocidade legislativa nem possibilidade de mobilidade em igualdade de circunstâncias, os professores de quadro que neste momento querem vir para o continente dos Açores devem apenas poder fazê-lo por concurso externo (de preferência não extraordinário).

      • Professora on 20 de Julho de 2014 at 16:21
      • Responder

      Caro colega, pelas vezes que já fez este tipo de comentário, concluo, desculpe se erradamente, que é seu desejo ir para os Açores, mas com a legislação atual não pode ser opositor ao concurso interno dada ser QZP (tipo de quadro que foi extinto na Região dado ter sido decidido pelo governo efectivar todos os QZP em QE – quanto a mim decisão acertada, ao contrário do governo aqui do continente que quer gente em QZP que estão cada vez mais gigantes em área). Assim, se me permite, faço-lhe a seguinte sugestão: tente entrar em QE no continente ou na Madeira e depois já pode concorrer aos Açores, ao invés de estar a dar ideias para tramar outros colegas que não têm culpa. Quanto à mobilidade, ela será retomada a partir do próximo ano letivo (14/15), tanto entre continente e Regiões como entre as 2 Regiões, obviamente entre QE/QA, pois se deixou de haver zonas não pode haver mobilidade entre zonas (QZP)! Com excepção das polémicas prioridades, tudo o resto funciona muito bem no concurso dos Açores. As ASNEIRAS estão todas no continente, a próxima foi pela surdina agendada para terça-feira…

        • Ana g. on 21 de Julho de 2014 at 9:37
        • Responder

        Concordo com quase tudo o que disse, Professora. Mas é preciso não esquecer que os Açores puseram a andar muita gente quando criaram as prioridades obscuras. E muitas delas eram Açorianas, mas não tinham entrado na Universidade com o contingente especial. E isso não é justo.

          • Nuno Costa on 21 de Julho de 2014 at 10:42

          Cara colega, por acaso já perguntou porque é que foi criada a “prioridade obscura”? As prioridades já existem há mais de 10 anos, mas só agora é que reclamam. Como as coisas estão apertadas no continente, só agora é que lembram das RA.

    • Pedro Cunha on 24 de Julho de 2014 at 22:38
    • Responder

    Colegas, após terem saído o projeto das listas de graduação, qual será a próxima fase?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog