O Novo Desconto para a ADSE por Índice de Vencimento

O quadro seguinte apresenta a diferença do valor de pagamento para a ADSE por índice de vencimento, em função da alteração do desconto de 2,5% para 3,5%.

A última coluna apresenta o valor pago para a ADSE em função de 14 meses de vencimento. Retirando os descontos para o IRS e a CGA/SEG SOCIAL cada docente quase paga um vencimento líquido para beneficiar deste sub-sistema de saúde ao longo do ano.

Muitos docentes vão fazer contas a estas despesas e é quase certo que o saldo final das receitas da ADSE com este aumento vão cair em relação a anos anteriores, o que pode vir a tornar insustentável a própria ADSE.

 

 

ADSE 3,5 14 meses

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2014/05/o-novo-desconto-para-a-adse-por-indice-de-vencimento/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,


  1. SEM COMENTÁRIOS!

    • Nuno Santos on 21 de Maio de 2014 at 12:37
    • Responder

    A ADSE já é insustentável há muitos anos e comparando com os seguros de saúde disponíveis no mercado fica bem mais em conta ter ADSE. Os filhos beneficiam a custo zero e as franquias são insignificantes. Comparativamente o meu seguro de saúde, para um agregado familiar de 4 pessoas, com limites de capital, franquias elevadas e exclusões fica por cerca de € 1560,00/ano. Estou a anos luz do índice de vencimento 370, portanto depreendo que os funcionários públicos nesta questão da protecção à saúde ainda são muito beneficiados. Por outro lado, no meu caso pessoal, além de ter que contribuir para o SNS, Segurança Social e Seguro Privado, parte dos meus impostos servem para financiar o sistema ADSE sem poder beneficiar dele.

      • ferpin on 21 de Maio de 2014 at 15:22
      • Responder

      Caro Nuno Santos, explique-me por favor como é que financia uma ADSE que quando cobrava 1,5% deu lucro de 70 milhões de euros e que, previsões do governo, cobrando 3,5% vai dar cerca de 200 milhões de excedente só entre Maio e Dezembro, que o governo promete que fica na ADSE, o que só acredita quem tem coração laranja.

      Obrigado

      • Manuela on 23 de Maio de 2014 at 16:06
      • Responder

      Caro Nuno Santos, o governo já disse publicamente e várias vezes que a ADSE é auto-sustentável há muito tempo. O que este aumento brutal quer dizer é que o excedente vai servir para pagar despesas de outra ordem. Quiçá a reforma de algum familiar seu (ou meu) o hospital público que possa ter que frequentar (ou eu), o polícia que faz a ronda na sua rua (e na minha), o professor dos seus filhos e aí por diante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog