«

»

Dez 18 2013

Imprimir Artigo

O Enunciado 02 da PACC

Retirado daqui.

 

Download do documento (PDF, 3.52MB)

Seguir:
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/12/o-enunciado-02-da-pacc/

  • Cumba

    O enunciado já temos só falta a resolução… 😉
    • Maria Rocha

      já está no Iave.
  • Miguel Castro

    Pelos vistos na Infanta D. Maria, a suposta melhor escola do país, temos lá “colegas” que são uma cambada sem escrúpulos e sem vergonha. Claro que não é só nesta escola, mas esta apareceu na TV como sendo uma das quais os contratados passaram por cima de colegas para ir realizar a prova (estes também deixam muito a desejar….).
    Ainda têm coragem de aparecer amanhã para trabalhar? Desapareçam, não merecem a classe à qual pertencem.
  • Helena

    As Ceias de Natal das escolas deveriam ser todas boicotadas.

  • Li um pouco da prova e rapidamente concluí da sua cretinice e, porque não?, dificuldade estapafúrdia. Quem leciona Português, faz metade da prova; quem leciona matemática, faz a outra metade; todos os outros, fazem-na como boletim de euromilhões.
    Uma sugestão ao Sr. Ministro da Educação:
    1. Faça a prova;
    2. Aplique-a aos seus secretários de estado;
    3. Alargue-a aos restantes membros do governo;
    4. Obrigue-a aos parlamentares que apoiam a maioria;
    5. Ofereça-a ao Presidente da República (sem soluções);
    6. Finalmente, avalie o Primeiro Ministro.
    Àqueles que reprovarem, ponham-se a andar e desamparem-nos a loja de uma vez por todas!!!!!!!!
    • Carlos Plágio

      Olhe que não, olhe que não…
      Quem é de Português fará, supostamente da sua área, cerca de um terço da prova e, ainda assim, sem garantias de que acerte, dada a “abrangência semântica”, para usar um eufemismo, das possibilidades de resposta a algumas questões. Quem é de Matemática terá, à vista desarmada, a vida facilitada nos restantes dois terços da prova, mas isto também não é assim tão óbvio se as perguntas das ciências exatas forem (como me parece que são) tão estapafúrdias quanto as das áreas em que a linguagem pode ser menos denotativa (bela aplicação de conhecimentos da PACC, não?)… Ou seja, a ideia foi/é continuar a humilhar. Agora com os resultados que, face a este enunciado e ao nó que provocou no cérebro dos que provaram (do verbo provar: padecer, sofrer), vão ser (ainda que desejemos o contrário) escalpelizados e usados pelo MEC para confirmar todos e quaisquer raciocínios enviesados sobre os conhecimentos e as competência dos professores. Esteja eu enganado…
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar