«

»

Jul 03 2013

Imprimir Artigo

Já Abriu a Inscrição ao Concurso Extraordinário da Madeira

Clicar na imagem para aceder ao site do Concurso Extraordinário de Vinculação da Região Autónoma da Madeira.

V — Prazos de inscrição e de candidatura

 

1 – O concurso aberto pelo presente aviso é aplicável a todos os níveis e graus de ensino.

2 – A candidatura é precedida de uma inscrição obrigatória excetuando-se os candidatos que tenham lecionado ou que se encontrem a exercer funções docentes em estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da rede pública da RAM, em ambas as situações no período compreendido entre 01/09/2012 até a data d abertura do concurso, que se inicia a partir de 3 de julho e termina a 4 de julho inclusive, mediante o preenchimento dos formulários a seguir enunciados no prazo em que se fixa em 2 dias úteis:

Formulário A

- Candidatos ao Concurso Extraordinário de Vinculação da RAM sem vínculo aos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da RAM (rede pública e privada)

Formulário A1

- Candidatos ao Concurso Extraordinário de Vinculação da RAM com vínculo aos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da RAM (rede privada e escolas profissionais públicas e privadas)

2.1. A candidatura efetua-se após a inscrição obrigatória, referida no número anterior, nos seguintes termos:

3 – O prazo de candidatura ao concurso extraordinário de vinculação ao abrigo do artigo 4º do Decreto Legislativo Regional n.º 22/2013/M, de 25 de junho, efetuar-se-á no período de 22 a 26 de julho inclusive.

 

VII — Documentos a apresentar

1 – Os candidatos sem vínculo aos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da Região Autónoma da Madeira (rede pública e privada) remetem a inscrição à Direção Regional dos Recursos Humanos e da Administração Educativa (a morada para o envio encontra-se no formulário) acompanhada dos seguintes documentos:

1.1 – Fotocópia do documento de identificação indicado na candidatura;

1.2 – Fotocópia(s) da(s) certidão(ões) comprovativa(s) das habilitações declaradas, da(s) qual(ais) deverá(ão) constar, obrigatoriamente, a indicação da conclusão do respetivo curso e a classificação obtida;

1.3 – Fotocópia da(s) certidão(ões) comprovativa(s) do tempo de serviço efetivamente prestado, antes e após a profissionalização, no caso de os candidatos já terem exercido funções docentes;

1.4 – Documento comprovativo da prestação de serviço efetivo em funções docentes de acordo com o disposto na alínea a) do n.º 1 do artigo 2.º do Decreto-Legislativo Regional n.º 22/2013/M, de 25 de junho;

1.5 – Documento comprovativo da avaliação de desempenho atribuída, nos anos a que se refere a alínea c) do n.º 1 do artigo 2.º do Decreto-Legislativo Regional n.º 22/2013/M, de 25 de junho;

1.6 – Documento comprovativo do grupo de recrutamento a que se encontra vinculado no último contrato celebrado nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 2.º conjugado com o n.º 2 do mesmo artigo do Decreto-Legislativo Regional n.º 22/2013/M, de 25 de junho;

1.7 – Declaração da escola comprovando a titularidade da profissionalização;

1.8 – Os professores portadores de qualificação profissional adquirida pelas licenciaturas em ensino ou do ramo de formação educacional das Faculdades de Letras e Ciências deverão fazer prova do grupo de recrutamento em que se encontram profissionalizados, juntando, para o efeito, cópia da declaração emitida pela escola, mencionando o(s) grupo(s) de recrutamento/disciplina(s) em que realizaram o estágio pedagógico;

1.9 – Os candidatos cuja profissionalização em serviço foi realizada em escolas do ensino particular e cooperativo, incluindo as escolas profissionais, devem apresentar uma declaração do respetivo estabelecimento de ensino em como já foi cumprido, ou se encontra dispensado do cumprimento do contrato da prestação de serviço docente, nos termos do n.º 7 do artigo 42.º do Decreto-Lei n.º 287/88, de 19 de agosto;

1.10 – Os candidatos ao abrigo do Decreto-Lei n.º 29/2001, de 3 de fevereiro, aplicado à RAM pelo Decreto Legislativo Regional n° 25/2001/M, de 24 de agosto, devem apresentar uma declaração sob compromisso de honra, onde conste o grau de incapacidade igual ou superior a 60 % e o tipo de deficiência, nos termos do n.º 1 do artigo 6.º do referido diploma;

1.11 – Documento de autorização para o exercício de funções docentes em Portugal, para os nacionais dos Estados membros da União Europeia e dos Estados signatários do Acordo sobre o Espaço Económico Europeu, nos termos previstos no Decreto-Lei n.º 289/91, de 10 de agosto, alterado pelo Decreto-Lei n.º 396/99, de 13 de outubro, e pelo Decreto-Lei n.º 71/2003, de 10 de abril;

1.12 – Documento de autorização para o exercício de funções docentes em Portugal, nos termos do disposto nos artigos 46.º e 47.º do Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta entre a República Portuguesa e a República Federativa do Brasil, aprovado pela Resolução da Assembleia da República n.º 83/2000, de 14 de dezembro.

2 – Os elementos constantes do formulário de inscrição devem ser comprovados mediante fotocópia simples dos documentos comprovativos das declarações prestadas.

3 – Os candidatos sem vínculo aos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da Região Autónoma da Madeira (rede pública) que no ano escolar 2011/2012, realizaram um contrato administrativo de provimento nos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial, da rede pública da RAM com términus a 31-08-2012, estão dispensados da apresentação dos documentos acima mencionados.

4 – Os candidatos com vínculo aos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da Região Autónoma da Madeira (rede privada e escolas profissionais públicas e privadas) preenchem o Formulário A1 (Concurso Extraordinário de Vinculação da RAM) e apresentam os documentos nos Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo, Instituições Particulares de Solidariedade Social, Escolas Profissionais Públicas e Privadas.

Ofício Circular nº 29/2013

madeira

 
Formulário A

Formulário A1

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/07/ja-abriu-a-inscricao-ao-concurso-extraordinario-da-madeira/

48 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Ana
    Quem tem vínculo aos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da RAM (rede pública) não precisa de fazer inscrição!!!! Onde se lê (rede pública e privada) deve ler-se (rede privada e escolas profissionais públicas e privadas).

       0 likes

  2. Margarida
    Já li o aviso de abertura… mais vale dizer que este concurso está interdito aos docentes do Continente…. Não consigo reunir toda a documentação pedida em apenas dois dias, muito menos sei onde devo ir para arranjar os últimos documentos exigidos….

    Sinceramente!!!!

       1 likes

  3. Maria Salomé Silva
    estava a pensar o mesmo…em dia e meio vou de Aveiro ao Porto, para arranjar não sei quantos documentos? que chachada é esta? A República das bananas continua….

       0 likes

    1. Nuno coelho
      Margarida e Maria Salomé
      É melhor lerem com muita atenção os documentos. Quando o fizerem vão ver que estão muito enganadas nos prazos.

         1 likes

      1. Margarida
        Realmente é verdade. Pelo que percebi apenas temos de fazer a inscrição enviando o formulário A, nesta 1ª fase. No entanto, o que não percebo é a quantidade de papéis necessários, nomeadamente, estes que nunca ouvi falar (provavelmente “mea culpa”, mas ….)

        1.11 – Documento de autorização para o exercício de funções docentes em Portugal, para os nacionais dos Estados membros da União Europeia e dos Estados signatários do Acordo sobre o Espaço Económico Europeu, nos termos previstos no Decreto-Lei n.º 289/91, de 10 de agosto, alterado pelo Decreto-Lei n.º 396/99, de 13 de outubro, e pelo Decreto-Lei n.º 71/2003, de 10 de abril;
        1.12 – Documento de autorização para o exercício de funções docentes em Portugal, nos termos do disposto nos artigos 46.º e 47.º do Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta entre a República Portuguesa e a República Federativa do Brasil, aprovado pela Resolução da Assembleia da República n.º 83/2000, de 14 de dezembro.

           0 likes

        1. ProfHist
          Não geremos confusão: esses documentos são apenas necessários se for estrangeiro a dar aulas em Portugal.

          Quanto aos outros documentos, não são diferentes daqueles que foram exigidos nos recentes concursos nacionais.

             0 likes

        2. Nuno coelho
          Lê os Avisos de abertura dos concursos?
          Depois do que escreveu, desconfio que não.

             0 likes

        3. Pedro
          O nuno está enganado nos prazos… os documentos são para enviar até amanhã juntamente com a inscriçao. O aviso é bem claro nisso. Na prática é impossível fazer tudo até amanhã, até porque há declarações novas que as escolas têm de passar.

             1 likes

      2. Maria Salomé Silva
        é melhor ser o colega Nuno coelho a ler melhor o Aviso e os prazos e verá que quem está muito enganado é o colega…se é coisa que faço sp é ler com atenção os avisos….enfim

           0 likes

  4. Marianix
    compreendo….mas os professores da Madeira poeram concorrer ao concurso de vinculação extraordinaria do Continete?!….. Penso que não! Não me lembro de ter lido em algum lugar o quão injusto tal era!

       1 likes

  5. Marianix
    Comprendo ….. mas os professores da madeira poderam concorrer ao concurso de vinculação extraoedinaria do continente?!… Não! Não me recordo de ver em algum lugar o quão injusto tal era!! Um pouco de coerência…..

       0 likes

  6. Susana
    Continuo sem perceber nada.
    Não encontro o manual sequer. O que se tem de fazer para concorrer?
    Como é que consigo obter o código de acesso?
    Obrigada desde já.

       0 likes

  7. Marco Silva
    Para onde se envia o formulário de inscrição?

       1 likes

  8. Isa
    Deve ser enviado o formulário A ou A1 e os documentos pedidos por correio registado com aviso de recepção para a seguinte morada:

    Direção Regional dos Recursos Humanos e da Administração Educativa
    Edifício Oudinot, 4º andar
    9061-901 Funchal
    Apartado 3206

    Só depois dos documentos enviados é que nos enviam uma pass para o mail para podermos concorrer entre 22 e 26 de Julho.

       1 likes

  9. susana
    Muito obrigada Isa. Foi muito esclarecedora.

       0 likes

  10. Pedro
    Alguém anda a ler mal o aviso de abertura!!!
    Os prazo de APENAS dois dias é para enviar o documento da inscrição e TODOS os documentos exigidos a cada caso!!!!
    Gostaria de saber como é que as escolas passam esses documentos dum dia pro outro, como é que chegam até nós e ainda os conseguimos meter no correio até amanhã!!!!
    Os documentos são os normais, mas ainda se junta o ter lecionado 365 dias nos últimos 3 anos e uma declaração que diga em que grupo fomos colocados no último contrato!!!
    Bem, isto é surreal!!!

       0 likes

    1. Sara
      Uma cópia do registo biográfico não contém isso tudo?

         1 likes

      1. ginbras
        Contém isso tudo. Mas se dp anularem a candidatura não podem reclamar pq no aviso de abertura em lado algum fala na cópia do registo biográfico. No entanto tb sou da opinião que seria o mais fácil e menos trabalhoso para todos os docentes e qq tipo de concurso

           0 likes

        1. Sara
          Falam em documento comprovativo. Entendo que o registo biográfico é um documento comprovativo, não pedem especificamente uma declaração. Vou arriscar com o registo biográfico…

             1 likes

  11. neuza
    Alguem me diz onde estão os documentos necessários para concorrer? quando abro o formulário a aparece apenas o documento para preencher…

       0 likes

  12. neuza
    Já encontrei..:)

       0 likes

  13. Pedro
    Boa tarde, uma duvida, pode-se entregar pessoalmente na Direção Regional dos Recursos Humanos e da Administração Educativa, ou só se pode enviar via correio? Obrigado

       0 likes

  14. Clúdia
    Colegas,

    tenho duas dúvidas:

    1. este concurso é só para vinculação e não tem nada haver com contratação? Isto é, vai haver outro concurso para contratação? – isto porque não fala em lado algum de necessidades residuais e este ao que parece é só para os da Madeira…

    2. E só posso concorrer ao grupo o qual tenho lecionado nos últimos anos ou a mais? É que tenho habilitação para outro grupo, mas pelo que entendi não posso concorrer…

    obrigada

       0 likes

  15. Carla
    Boa tarde!
    Depois de muitas tentativas não consigo aceder ao site onde se encontram os formulários, talvez devido a muitos acessos.
    Se alguém tiver o formulário A que mo possa disponibilizar ficaria muito grata.
    Obrigada.

       0 likes

    1. arlindovsky
      Já acrescentei no post

         0 likes

      1. Carla
        Muito obrigada e muitos parabéns pelo blogue que venho seguindo à muito tempo! Que assim continue com muito sucesso!

           0 likes

        1. Pedro

             0 likes

        2. Carla
          Como é tal fácil errar! Que vergonha! :(
          Obrigada Pedro pela correcção!

             0 likes

  16. Pedro
    Mas alguém acha que vai conseguir das escolas a documentação até amanhã e enviar por correio no mesmo dia?????????????????????????
    Que achas disto Arlindo????
    Eu nem me vou chatear.
    Fizeram de propósito pros do continente nao terem hipótese.

       0 likes

    1. ginbras
      Claro que têm de entregar até amanhã. O funcionários da secretaria e da direção estão lá na escola pra trabalhar no próprio dia ou com 2 dias de atraso?! Pressiona q eles entregam

         0 likes

      1. Pedro
        As declarações não são assim tao fáceis e caso não saibas há imensa gente não colocada que tem a escola a centenas de kms. Como recebem isso amanhã?? Eu já me borrifei pra este concurso feito à medida pra quem ja está na madeira.

           0 likes

        1. Sara
          Pode solicitar o envio por email.

             0 likes

  17. Sónia
    E quando é o concurso interno da RAM, ou seja, o concurso normal para quadro?

       0 likes

    1. THZ
      Ainda não se sabe.

         0 likes

  18. Maria Salomé Silva
    por aqui se vê que somos uma classe desunida…faz-se um comentário ou coloca-se uma questão e quase que somos espancados se não sabemos…aparece logo meia dúzia de iluminados que sabem tudo e dominam tudo…depois de ler todos os comentários vou mas é poupar os tostõezinhos da carta e da deslocação Aveiro-Porto para ir buscar documentos em vão, para um concurso de fachada…boa noite e boa sorte

       0 likes

    1. Mario
      Faz muito bem Maria Silva, é por demais sabido que as vagas da RAM destes concursos extraordinário são para docentes a lecionar na Madeira. Quando nós tentamos concorrer a partir do continente, apenas estamos a gastar o nosso tempo e o nosso dinheiro. Até porque somos colocados numa 2.º per.

         0 likes

  19. IRINEU BANTUDAS
    É o concurso mais esquizofrénico que alguma vez vi.

       1 likes

  20. Carlos
    Pelo menos os docentes do continente podem concorrer para a Madeira ao concurso extraordinário. Agora quem lecciona na madeira não teve oportunidade de concorrer ao extraordinário do continente!!!

       0 likes

  21. Ricky
    Tanta confusão para um concurso em que nós os do continente não temos hipótese, porque somos ordenados depois dos colegas da madeira, e por tempo de serviço. este concurso é para eles como sempre é.

       0 likes

    1. Carlos
      Ao menos vocês podem concorrer… os da madeira ficaram a apitar a ver navios no concurso que houve para o continente….!!!

         0 likes

  22. Ricky
    No entanto, quando se concorre para cá, no concurso normal, concorrem em iguais circunstâncias. Esse concurso até para os que estão na Madeira é injusto, claro que quem tem muito tempo de serviço, achará justo, mas os colegas que lutaram para ter uma boa média final, vão ser passados à frente.Enfim, os concursos nunca são justos, em aqui, nem na Madeira.

       0 likes

  23. Carlos
    as vagas são tão poucas que nem vale a pena a chatice…

       0 likes

    1. Ricky
      Ora aí está um comentário muito acertado… Sou do 220, só tem uma vaga, com dois mil e poucos dias de serviço, vou estar a desgastar-me??? E a gastar dinheiro em declarações. Os colegas que vejam as listas do ano passado e comparem o seu tempo de serviço com o dos colegas que estão na Madeira e depois reflitam, se vale a pena tanta angústia. Guardem-na para o concurso de cá, que em breve está aí.

         0 likes

    2. THZ
      Nem mais, se as vagas nem chegam pros q tem 1º prioridade, nem pouco + ou -.
      .

         0 likes

  24. MVPC
    Parece que todos têm razão. Só não percebo porque é o RAM que não aproveita (importa) os dados do e-Bio ou do concurso do continente.

       0 likes

    1. Almira Cunha
      A RAM não pode aproveitar os dados do e-bio tal como o continente não aproveitou os dados da plataforma da Ram que já tem uma espécie de e-bio há muitos anos.

         0 likes

  25. Anabela
    colegas como se faz a inscrição obrigatória?

       0 likes

    1. ginbras
      já não vais a tempo..era de 3 a 4 de julho. mas tb n te chateies mt

         0 likes

Deixar uma resposta


Get Widget
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers:

Login


by Bliss Drive Review