Só Falta Mesmo Dizer

… que são os professores que estão a prejudicar o futuro dos jovens com taxas de desemprego jovem que quase chegam aos 50%.

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=B6NG7f1E4SI]

E porque se fala em jovens coloco hoje a carta de um estudante Grego que tem circulado nos últimos dias na caixa de comentários daqui do blog e já foi publicada no blog aventar.

Aos meus professores… e aos outros:

O meu nome é K. M., sou aluno do último ano num liceu em Drapetsona, Pireu.

Decidi escrever este texto porque quero exprimir a minha fúria, a minha revolta pelo atrevimento e pela hipocrisia daqueles que nos governam e daqueles jornalistas e media mainstream que os ajudam a pôr em prática os seus planos ilegais e imorais em detrimento dos alunos, dos estudantes e de todos jovens.

A minha razão para escrever é a intenção dos meus professores de fazer greve durante o período dos exames de admissão à Universidade e os políticos e jornalistas que choram lágrimas de crocodilo sobre o meu futuro, o qual “estaria em causa” devido à greve.*

De que falam vocês? Que espécie de futuro tenho eu devido a vocês? E quem é que verdadeiramente pôs em causa o meu futuro?

Deitemos uma vista de olhos sobre quem, já há muito tempo, constrói o futuro e toda a nossa vida:

– Quem construiu o futuro do meu avô? Quem vestiu o seu futuro com as roupas velhas da administração das Nações Unidas para a ajuda de emergência e reconstrução e o obrigou a emigrar para a Alemanha?

– Quem governou mal e estripou este país?

– Quem obrigou a minha mãe a trabalhar do nascer ao pôr-de-sol por 530 euros por mês? Dinheiro que, uma vez paga a comida e as contas, nem chega para um par de sapatos, para já não falar num livro usado que eu queria comprar numa feira de rua.

– Quem reduziu a metade o ordenado do meu pai?

– Quem o caluniou, quem o ameaçou, quem o obrigou a regressar ao trabalho sob a ameaça da requisição civil, quem o ameaçou de despedimento, juntamente com todos os seus colegas dos serviços de transportes públicos quando eles, que apenas queriam viver com dignidade, entraram em greve?

– Quem procurou encerrar a universidade que o meu irmão frequenta para atingir alguns dos seus sonhos?

– Quem me deu fotocópias em vez de manuais escolares?

– Quem me deixa enregelar na minha sala de aula sem aquecimento?

– Quem carrega com a culpa de os alunos das escolas desmaiarem de fome?

– Quem lançou tanta gente no desemprego?

– Quem conduziu 4.000 pessoas ao suicídio?

– Quem manda de volta para casa os nossos avós sem cuidados médicos e sem medicamentos?

Foram os meus professores que fizeram tudo isto? Ou foram VOCÊS que fizeram tudo isto?

Vocês dizem que os meus professores vão destruir os meus sonhos fazendo greve.

Quem vos disse alguma vez que o meu sonho é ser mais um desempregado entre os 67% de jovens que estão no desemprego?

Quem vos disse que o meu sonho é trabalhar sem segurança social e sem horários regulares por 350 euros por mês, como determinam as vossas mais recentes alterações às leis laborais?

Quem vos disse que o meu sonho é emigrar por razões económicas?

Quem vos disse que o meu sonho é ser moço de recados?

Gostaria de dirigir algumas palavras aos meus professores e aos professores em toda a Grécia:

Professores, vocês NÃO devem recuar um único passo no vosso compromisso para connosco. Se recuarem agora na vossa luta, então sim, estarão verdadeiramente a pôr em causa o meu futuro. Estarão a hipotecá-lo.

Qualquer recuo vosso, qualquer vitória que o governo obtenha, roubará o meu sorriso, os meus sonhos, a minha esperança numa vida melhor e em combater por uma sociedade mais humana.

Aos meus pais, aos meus colegas e à sociedade em geral tenho a dizer o seguinte:

Quereis verdadeiramente que aqueles que nos ensinam vivam na miséria?

Quereis que sejamos moldados nas salas de aulas como mercadorias de produção maciça?

Quereis que eles fechem cada vez mais escolas e construam cada vez mais prisões?

Ides deixar os nossos professores sozinhos nesta luta? É para isso que nos educais, para que recusemos a nossa solidariedade?

Quereis que os nossos professores sejam para nós um exemplo de respeito por nós próprios, de dignidade e de militância cívica? Ou preferis que nos dêem um exemplo de escravidão consentida?

Finalmente, quereis que vivamos como escravos?

De amanhã em diante, todos os alunos e pais deviam ocupar-se de apoiar os professores com uma palavra de ordem: “Avançar e derrotar a tirania fascista!”

Lutemos juntos por uma educação de qualidade, pública e livre. Lutemos juntos para derrubar aqueles que roubam o nosso riso e o riso dos vossos filhos.

PS: Menciono as minhas notas do ano lectivo 2011/12, não por vaidade mas para cortar a palavra àqueles que avançarem com o argumento ridículo de que “só quero escapar às aulas”: Comportamento do aluno: “Muito Bom”. Classificação média: 20 (“Excelente”) [a nota mais alta nos liceus gregos].

Adenda: podem ler o original.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/06/so-falta-mesmo-dizer/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,


  1. TODA a gente se acha apta para comentar sobre a greve dos professores!

    • Miguel Castro on 6 de Junho de 2013 at 23:09
    • Responder

    Quando as greves são durantes as aulas, pouca mossa faz… agora não se fala noutra coisa e sempre com o dedo apontado aos mauzões do professores.
    FORÇA e de uma vez por todas não sejam bananas.

    • Manuel on 7 de Junho de 2013 at 0:23
    • Responder

    OS GREGOS SÃO CORRUPTOS E INCLUSIVAMENTE FALSIFICARAM ESTATÍSTICAS PARA ENTRAR NA ZONA EURO, PESE EMBORA TAMBÉM TENHAM JÓIAS DE COROA.


  2. Só tenho uma pergunta a fazer a este protótipo de presidente: Porque não veio ele a público dizer, aquando da greve dos médicos, “pacientes não podem ser meios para atingir um fim”????????????????? Depois de esperas de meses e por vezes anos, pacientes perderam conslutas e operações, entretanto, se calhar, alguns pioraram ou morreram… Os lunos se não fizerem exame num dia, com certeza será reagendado… enfim, estou farta de tanta humilhação, de tanta manipulação da opinião pública,…estou farta desta gente fasla, hipócrita, sem caráter, sem valores…estou simplesmente farta…


    1. Não que eu tenha algo contra a greve que fizeram, obviamente, muito pelo contrário. Mas custa-me esta diferenciação de tratamento. Claro que não defendo que o PR tivesse feito a afirmação relativamente aos pacientes, mas muito menos relativamente aos alunos. Se fóssemos a pesar consequências negativas de uma ou outra greve,…


      1. Seria motivo para dizer a este senhor que se intitula presidente:” por que no te callas?” É revoltante ver esta figura sempre tão apretechada de comitiva,de fatinhos e gravatas e madames a condizer .Parecem a procissão com seus andores.Haja vergonha,o exemplo deveria vir de cima veja-se ao espelho e partilhe a sua” mísera” reforma com os pobres em vez de se meter com os professores.

    • Inês 510 on 7 de Junho de 2013 at 22:53
    • Responder

    Gostei de ouvir o presidente dizer que os alunos não podem ser utilizados para atingirmos os nossos fins, pois estão a preparar o seu futuro. Apenas penso o seguinte:

    EU PREPAREI O MEU FUTURO, ESTUDEI PARA SER PROFESSORA…ATÉ ALGUM TEMPO CONSEGUI EMPREGO, ESTE ANO JÁ NÃO….
    QUAL SERÁ O FUTURO DO MEU FILHO, SE EU NÃO TIVER MEIOS PARA O MANDAR ESTUDAR??


  3. O Cavaco de Boliqueime, não falava vai para muito tempo,perdeu uma excelente oportunidade para continuar calado. Toda a gente concorda com o direito dos professores à greve mas… desde que não prejudique os alunos!!! Então vai prejudicar quem os doentes, os idosos? O perfeito mesmo era os professores fazerem greve em agosto ou aos domingos. Não há paciência para tanta demagogia.

    • Isa Greg on 18 de Junho de 2013 at 0:42
    • Responder

    Não entendo qual o espanto! Queriam greve em que dia? Se não houvesse atingidos, ninguém nos ouviria. Qual o efeito de greves anteriores? Um dia a menos que têm de nos pagar! Que maravilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog