24 de Abril de 2013 archive

A Derrota do Esforço

A derrota do esforço

 

(Concurso Extraordinário de Docentes)

 

Até hoje, em todos os concursos de acesso à carreira docente, em Portugal Continental ou nas Regiões Autónomas, sempre se combinaram dois fatores na ordenação dos docentes candidatos: a nota final de curso e o tempo de serviço, gerando assim a designada graduação profissional. Estes dois fatores combinados que se traduzem na graduação profissional nunca mereceram contestação por parte dos docentes, combinando o esforço e o mérito académico com a experiência profissional.

 

Foi anunciado que, após negociações com os sindicatos da região, o concurso extraordinário para o recrutamento de pessoal docente do Ensino Pré-Escolar, dos Ensinos Básico e Secundário e do pessoal docente especializado em Educação e Ensino Especial da RAM, apenas contemplará o número de dias de serviço, não considerando para a ordenação dos candidatos a sua nota de fim de curso.

 

Porquê esta mudança? Numa época em que chega às escolas todo um complexo processo de avaliação dos docentes numa tentativa de aferir o mérito de cada docente, porque coloca, a Secretaria Regional de Educação e Recursos Humanos (SRERH), totalmente de parte o único fator que contemplava o mérito e o esforço de cada docente no acesso aos seus quadros? Porquê promover uma alteração das listas de ordenação dos candidatos a este concurso? A quem interessa esta alteração? Porquê promover a subida na lista de ordenação dos que têm menor graduação profissional? Gostaria, efetivamente, de obter uma resposta por parte da SRERH, pois, ainda que na minha conduta enquanto homem, me discipline na procura de ser alguém melhor, procurando incansavelmente por afastar da minha mente pensamentos menos próprios, não me tem conseguido sair da cabeça uma imagem triste daquelas coisas que às vezes acontecem neste país.

 

A justificação da SRERH e dos Sindicatos da região que assinaram este diploma que estabelece um regime excecional para a seleção e recrutamento de pessoal docente é a de que este concurso serve para o estado poder cumprir uma lei que obriga os privados a cumprir: a de vincular todos os contratados em funções há mais de 3 anos. Desta forma, justificam que devem apenas contemplar para critério de seleção o tempo de serviço. Assim sendo, só havia dois caminhos: ou vinculavam todos os contratados em funções há mais de 3 anos, ou, permitiam o concurso a todos os contratados com mais de 3 anos em funções, mas estabelecendo a ordenação destes com base no critério mais justo, que é o da graduação profissional.

 

Para que todos entendam de uma forma muito clara aquilo que aqui se reivindica, aqui fica um exemplo muito simples. Imaginemos que temos a necessidade de efetivar um médico na nossa região. Neste momento temos dois médicos contratados. O médico A tem a nota de final de curso de 19 valores e 3000 dias de serviço, enquanto que o médico B tem a nota de final de curso de 10 valores e 3001 dias de serviço. Se perguntarmos a 1 milhão de pessoas qual dos dois médicos é que devia ser colocado, tenho a certeza absoluta que, para bem da comunidade e justiça para com os candidatos, a totalidade do milhão de pessoas responderia que deveria ser colocado o médico A. A SRERH e os sindicatos da nossa Região, pelos vistos, não fazem parte desse milhão de pessoas e conseguiam, com os seus critérios, colocar o médico B, lesando a comunidade que ficaria com um médico com menores capacidades, bem como, lesando o candidato A que, com toda a certeza, muito esforço teria tido para alcançar os 19 valores, ao contrário do médico B, que só tinha alcançado os 10 valores. O que a SRERH e os Sindicatos nos propõem é assim uma espécie do lema “melhor homem para o cargo”, mas, ao contrário. O que todos os encarregados de educação da região têm de saber é que este pequeno exemplo que aqui se deu dos dois médicos, acontecerá, na verdade, com os docentes. Assim, gostaria de saber se toda a comunidade Madeirense aceitará este método que não promove que sejam os melhores professores a estarem nas escolas com os nossos filhos.

Com os melhores cumprimentos,

D

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/a-derrota-do-esforco/

Sobre a 1ª Prioridade no Concurso Interno

Chegou-me este mail com pedido de divulgação.

 

Olá boa noite, quero partilhar a minha experiência, sou docente em QA e estou em DAR desde 2009, a escola onde sou QA agrupou, e por isso preciso de saber se tenho ou não horário zero nesse agrupamento para poder selecionar a prioridade em que vou concorrer 1.º ou 2.ª. Desde segunda feira que tento contactar a presidente da CAP para que esta me dê uma resposta sobre o horário mas esta, a Sra. diretora, não me atende dizendo que tem mais que fazer!!!!! o que fazer nesta situação?????

Eu colocava sim já que a excelentíssima diretora tem mais que fazer e aguardava pelas consequências da validação por parte da escola.

Quem vai ter nesse caso de saber se o docente perde a componente letiva pela agregação não é o docente mas sim a escola e que para fazer isso deve ordenar os docentes das escolas agregadas e ter em conta o número de vagas negativas que existem.

Alguém com outra interpretação sobre este assunto?

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/sobre-a-1a-prioridade-no-concurso-interno/

Códigos de Preferências em EXCEL

Trabalho de ordenação dos códigos dos QZP, Concelhos e Agrupamentos feito pelo Assistente Técnico que usou o Excel do Nuno Coelho e que publico para apoio à manifestação de preferências.

Para baixar o ficheiro em Excel clicar na imagem.

 

Codigos_preferencias_20132014

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/codigos-de-preferencias-em-excel/

Mapa dos Novos QZP com Concelhos

A pedido de várias pessoas volto a colocar o mapa dos 10 novos QZP com os respetivos Concelhos.

Chamo a atenção para alguns erros que este mapa tem e que ficam identificados neste post,

Não fui capaz de o alterar mantendo a mesma definição do original. Fiz um corrigido, mas para impressão não tem a mesma qualidade de imagem.

Os erros do mapa que se segue são os seguintes:

  • O Concelho de Santa Maria da Feira está incorretamente assinalado no mapa onde diz 0113 devia dizer 0109
  • O código da legenda de Abrantes onde diz 1410 devia dizer 1401.
  • O código da Legenda do Concelho 0210 devia ser Moura em vez de Mora.
  • Na legenda falta a identificação do Concelho 1013 que é Pedrógão Grande
  • Falta a identificação no mapa, na zona 6, dos Concelhos 1402 (Alcanena) e 1403 (Almeirim).

 

Mapa_QZP_2013_Portugalcontinental (corrigido)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/mapa-dos-novos-qzp-com-concelhos/

Um Agradecimento Na Despedida

… ao Luís Sottomaior Braga, Diretor do Agrupamento de Escolas de Darque, ao Fernando Oliveira, Diretor do meu agrupamento, e à Anabela Silva, amiga e Diretora do Agrupamento de Escolas Júlio Saúl Dias, pelo serviço que têm prestado como dirigentes escolares e que por força de necessidades megalómanas de se juntarem injustificadamente paletes de alunos num mesmo agrupamento acabaram por ser cartas fora do baralho dos decisores políticos.

A escola pública perderá sem eles.

 

 

Como alguns que estão a receber esta comunicação sabem, cesso em breve, ao fim de 6 anos, funções como director de agrupamento de Escolas de Darque, por opção e no fim do mandato, tendo, desde sempre dito, que não aceitaria integrar a CAP do agrupamento agregado que inclui Darque, anúncio que fiz atempadamente (há mais de um ano) para evitar que esse “assunto” contaminasse outros mais importantes.

Decidi assim por razões pessoais, de disponibilidade e pela opção de não aceitar ser nomeado para cargos que já desempenhei por eleição. Aliás, tendo desempenhado vários cargos dirigentes e de gestão em várias instituições e no Estado, só num, as funções não resultaram de eleição.
E quem me nomeou tinha uma categoria de carácter, conhecimento e valor ético que fez aceitar a subordinação a essa discricionariedade e que encontro pouco.

Mas, afastado da discussão de como vai ser o novo agrupamento agregado, mantenho o que em 6 anos defendi no que agora desaparece e continuo a não aceitar em silêncio comportamentos indignos e a desconsideração da população que servi estes 6 anos.

Hoje, no final do processo que faz com que nas listas oficiais do Ministério da Educação deixe de constar o Agrupamento de Escolas de Darque escrevi o texto anexo que divulgo como carta aberta e explica o problema e o rumo que parece ter levado.

Fica para memória futura e para que cada qual assuma perante a população a sua parte de responsabilidades, sendo que da minha parte assumo responder a todos os que queiram debater este assunto na sua vertente concreta e geral (o problema da concepção das agregações).

Peço desculpa aos que não queiram receber esta comunicação e tenham sido incluídos na listagem que elaborei.
Se me reportarem mesmo só podendo desculpar-me tratarei de evitar a repetição de outros envios.

Com os melhores cumprimentos,

Luis Sottomaior Braga

 

Para conhecimento remete-se solicitando divulgação a comunicação hoje remetida aos órgãos autárquicos de Viana do Castelo e Darque (e serviços regionais do ministério da educação) relativa à definição da sede do agrupamento que inclui em agregação as escolas de Darque.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/um-agradecimento-na-despedida/

Já Podem Comprar o Leite

Despacho de Gaspar já não está em vigor

 

O despacho que congelava nova despesa pública já foi levantado.

O despacho do Ministro das Finanças que congelava nova despesa pública foi ontem levantado, de acordo com um novo despacho divulgado hoje pela Direcção Geral do Orçamento.

O despacho de cessação só foi publicado hoje, mas tem efeitos desde terça-feira.

“Atendendo a que o Conselho de Ministros de 17 de Abril de 2013 definiu os ajustamentos na despesa dos Programas Orçamentais, que foram comunicados à Direcção-Geral do Orçamento e aos Coordenadores de cada um dos Programas, considerando-se atingido o objectivo para o qual foi elaborado o Despacho n.º 47/2013/MEF, de 8 de Abril (…) cessa a vigência, por caducidade, do Despacho n.º 47/2013/MEF, de 8 de Abril”, pode ler-se no documento hoje publicado.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/ja-podem-comprar-o-leite/

Primeira Impressão Sobre a Aplicação do Concurso

Tendo-se cumprido já dois dias com a aplicação do concurso aberta não posso deixar de dizer que o funcionamento da aplicação está a surpreender-me pela positiva.

Se a comparação mais próxima que existe foi a do concurso efetuado em Julho de 2012, onde a aplicação esteve suspensa durante alguns dias, estes dois primeiros dias têm funcionado sem qualquer problema apesar de ainda só estar em funcionamento a primeira slot de candidatos.

O e-Bio também funciona como uma mais valia para o concurso, visto que os dados já inseridos são quase todos recuperados. Daí sempre ter considerado positivo a introdução deste registo biográfico electrónico.

No que respeita à manifestação de preferências também foi dado um salto qualitativo muito grande com a possibilidade de serem introduzidos códigos para uma ordem específica.

Resumindo, esta aplicação encontra-se muito próxima da perfeição. Espero não ter de mudar de opinião com a entrada em funcionamento da 2ª slot em simultâneo durante oito dias.

 

 

 

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/primeira-impressao-sobre-a-aplicacao-do-concurso/

Ao Nível de Uma Pipoca

…apesar de não ter vestidos, pulseiras, broches nem malas para mostrar.

Obrigado pela preferência.

 

blogometro
sitemeter

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/ao-nivel-de-uma-pipoca/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog