Porque É Carnaval

… ninguém pode levar a mal que eu procure reorientar os conteúdos colocados neste blog.

 

Porque por um lado não é muito do meu agrado publicar informações que sirvam para dar seguimento a notícias e a averiguações como esta. O principal papel deste blog para o qual construí não foi para usá-lo neste sentido por várias razões, posso arriscar-me a ser injusto em alguma denúncia ou arrisco-me a deixar passar ao lado muitas outras situações que não são do meu conhecimento.

Sobre a primeira razão que apontei não me parece que tenha errado em alguma, embora saiba que a partir do momento que comecei a denunciar as contratações de algumas escolas TEIP de imediato começaram a aparecer alguns comentários sobre a minha pessoa. Mas com isso aguento bem.

Mas sentir que uma denúncia pode ter consequências deixando de lado outras idênticas acaba por colocar-me numa posição ingrata que torna esta divulgação de casos meramente demonstrativa do que vai existindo um pouco por todo o lado.

A contratação pública tem regras que facilmente são ultrapassadas por vontade dos seus decisores. Numa época em que o emprego é um dos principais problemas do pais assume maior importância a clarificação das regras para essa contratação pública. Por um lado compreendo as razões que chegam também à caixa de comentários do blog onde determinados lugares a ocupar não se podem cingir à graduação de um candidato e que são necessários outros critérios que permitam determinar o perfil do candidato à vaga em questão.

Mas para isso é necessário um debate que permita compreender-se e aceitar-se porque para um determinado lugar não pode ir o candidato x apenas porque tem maior graduação e deve ir o candidato y porque tem o perfil adequado ao lugar.

Mas infelizmente temos uma cultura onde mexer muito neste tema é permitir que o candidato z seja quase sempre o colocado.

Se alguém se interessar por este debate faz favor de o dizer.

Entretanto durante algum tempo deixarei de dar destaque a denúncias deste género, espero que compreendam também alguma saturação.

 

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/02/porque-e-carnaval/

14 comentários

6 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Cruz on 9 de Fevereiro de 2013 at 18:57
    • Responder

    Arlindo parabéns pelo teu trabalho de denúncia de “falcatruas” e ilegalidades na contratação de escola.
    Não ligues a comentários de gente sem escrúpulos que acha que tem direito a pisar qualquer um para obter um lugar na escola onde tem “cunha”.

    • Dina Maria Soares on 9 de Fevereiro de 2013 at 20:44
    • Responder

    Arlindo: compreendo perfeitamento a sua posição, mas gostaria que continuasse a fazer estas denúncias, uma vez que é um abuso e tentam fazer de nós parvos! Eu tenho tentado fazê- lo sistematicamente em relação aos concursos das AEC, que são outro caso vergonhoso do factor cunha… Mas por muito que fale, escreva, disserte e denuncie, tudo continua igual… Mas fico menos indignada qdo faço aparecer publicamente as barbaridades que anualmente acontecem! Continue a escrever o que a sua consciência lhe ditar… É por isso que sigo este blog! Parabéns…

    • maria on 9 de Fevereiro de 2013 at 23:12
    • Responder

    Arlindo parabéns pelo teu excelente trabalho. Este é o melhor blog de educação. Um blog de informação, de partilha de informação, dúvidas, esclarecimento e de denúncias de casos atípicos. Ele marca a diferença os outros por estar atento a tudo o que se passa em educação. IGNORA as críticas.

    • Helena Mendes (tt) on 10 de Fevereiro de 2013 at 11:10
    • Responder

    Compreendo-te, embora tenha pena de ver silenciada mais uma voz incomoda.

    Fica a caixa de comentários, até que…

    • sandra s. on 10 de Fevereiro de 2013 at 13:29
    • Responder

    É triste tentarem silenciar a única voz no país que tem denunciado os abusos nos concurso de professores.Pela primeira vez há em Portugal um espaço que se dedica sobretudo aos professores precários. Se não fosse o Arlindo, não teríamos conhecimento da maior parte das ilegalidades, dos abusos, das influências nefastas a que estão expostos muitos dos (pseudo) concursos de professores contratados. É lamentável que os diversos intervenientes do ensino em Portugal ataquem quem procura a justiça e a dignidade profissional dos docentes em vez de reorientarem as sua energia na luta contra quem comete os abusos e contribui para a precarização cada vez mais galopante e desumana. É estranho o incómodo sentido pelos “instalados” ou pelos que estão em vias de se instalarem relativamente a quem ajuda no esclarecimento das mentes enfraquecidas pelo desespero. Por que será?
    Força, Arlindo. Não te deixes abater por críticas infundadas. Nós precisamos de ti.


  1. Discordo.
    Mais vale denunciar um par de injustiças do que “apagar” todas.
    Até porque a denúncia singular, por ter difusão, ajuda outras a aparecerem.

    • m.elis on 10 de Fevereiro de 2013 at 16:24
    • Responder

    Dou os parabéns ao autor do blog pela qualidade da informação prestada, mas concordo com ocomentário anterior. Há que denunciar, nem que sejam algumas injustiças! Mas também entendo a saturação.

    Força!

    • Maria on 10 de Fevereiro de 2013 at 16:24
    • Responder

    Num país de desinformação que propositadamente procura baralhar para distrair, banalizar para que se torne “aceitável” a falta escrúpulos… é importante em vários setores, acreditar que ainda há gente como o Arlindo…

    • Jorge Costa on 10 de Fevereiro de 2013 at 17:33
    • Responder

    O Arlindo tem feito um trabalho excelente no que se refere ao apoio aos professores, sobretudo contratados. O blog especializou-se nessa área e tem sido uma referência para todos aqueles que vêm sofrendo as agruras da instabilidade profissional. Mas levar pancada virtual tem os seus custos. E o Arlindo parece estar a fraquejar, o que é natural nestas situações. Cabe-nos a nós dar-lhe o ânimo para continuar neste trabalho paralelo à organização sindical a que pertence. De facto, o Arlindo trabalha intensamente a julgar pelo produto final do blog que edita. Prefiro sindicalistas que fazem obra útil do que aqueles que fingem anos a fio que fazem coisas pelos professores, mas que se limitam a seguir a ementa devidamente formatada e estática, cartilha dos sindicalistas perenes para nunca ninguém ousar sequer pensar em tirá-los do confortável encosto sindical. Arlindo a decisão é tua, mas olha o exemplo aqui do Paulo, que leva marradas de todo o lado, e continua, simplesmente continuando! Essa é a receita, não olhar para o lado, seguir em frente, pois os contestatários cheios de inveja hão-de tropeçar de tanto olhar e criticar o trabalho. se o Arlindo tem interesses pessoais em determinados assuntos que se cruzam com outros professores de determinados grupos. Bem, isso é normal que assim seja, o blog é dele, quem quiser que o evite. Mas se não quiserem fazê-lo, pois que o critiquem e o Arlindo que leia se quiser, ou simplesmente que adote outra postura. O blog tem tido um papel de utilidade publica e assim deve continuar. Força Arlindo, não te deixes intimidar por gente que só tem um objetivo: destruir invejosamente o que demorou anos a levantar. Continua amigo!
    Jorge Costa (blog EducarPortugal)

    • Helena Mendes (tt) on 10 de Fevereiro de 2013 at 17:39
    • Responder

    Subscrevo o comentário, Jorge Costa.

    • maria on 10 de Fevereiro de 2013 at 22:30
    • Responder

    Arlindo,
    não desistas: Nós estamos contigo. Este é um ecelente blog de educação.

      • bia on 11 de Fevereiro de 2013 at 0:00
      • Responder

      “Calar é consentir” e não me parece que o Arlindo consinta que os atropelos que têm sido prática habitual do ME continuem a sobreviver a qualquer tipo de denúncia. Não podemos “agradar a gregos e troianos” mas podemos ser fiéis à nossa consciência. Seja fiel, Arlindo, à sua consciência – digna e nobre! Continue o soberbo trabalho com que nos tem brindado!

    • Margarida 420 on 11 de Fevereiro de 2013 at 1:29
    • Responder

    Pois é pena! aqueles que por motivos maiores ficaram sem o seu ganha pão, estão um pouco a “leste” do que se passa na verdade.Estar a cumprir uma “pena de prisão domiciliaria com apresentação quinzenal na Junta” é sentir-se o ser mais despresivel e inútil do mundo. Por isso, considero se existe uma via para desmacar e por cá fora as verdades ou meias verdades já ajuda a estarmos preparados para o que nos pode acontecer. Para ti Arlindo, pode até ser aborrecido, mas para mim e muitos como eu ajuda-nos a ver as coisas por outro prisma. Já agora agradeço-te por tudo que tens feito em prol da classe. Bem haja.

    • KUKAS on 11 de Fevereiro de 2013 at 20:11
    • Responder

    O gajo discorda porque não foi ele que denunciou. Normal nos pavões.


  1. […] … mas ele lá terá as suas razões para tomar esta decisão. […]


  2. オメガ 時計 値段

    Why wouldn’t you wish this same kind of interaction with all the people that you love one of the most? Can you imagine the conversations and sharing you can enjoy with the time you sit in the hot tub with all your family members?


  3. ブルガリ ネックレス

    On the other hand the finish, i will be a more suitable u . s . as well as a harder peuplade due to the fact i just keep our lives endangered at a comrade, individuals are trustworthy verdict has not been the preferred final results.


  4. trainers nike women

    Also, be practical on what to deliver. Some people are likely to deliver a great deal more than the things they call for and just add up to the measurement of the carry on gear. I used to be even pondering about staying at home next yr, but judging fro…


  5. I liked your blog very much.

    I want to thank you for the contribution.


  6. Download Chrome

    Google Chrome Download

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog