Uma MIXcelânea de Interpretações

… por falta de capacidade de quem manda (DGAE) saber decidir.

Neste caso a referência a esta oferta de escola é para dar conta do pedido de contabilização do tempo apenas prestado no grupo 910 a partir do dia 1 de Setembro do ano civil em que ocorreu a especialização.

Se o tempo de serviço prestado até à data da especialização decorre da publicação do despacho 688/2013 gostava de saber o que se faz ao tempo de serviço prestado após a especialização e que ocorra noutro grupo de recrutamento.

 

Satão Satão

 

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/uma-mixcelanea-de-interpretacoes/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Alexandra on 31 de Janeiro de 2013 at 20:38
    • Responder

    Esta já é a escola a interpretar, enganando-se obviamente, assim como no despacho vem mal a última alínea. Assim se vão cometendo atropelos.

      • SFAL on 31 de Janeiro de 2013 at 21:56
      • Responder

      A minha escola também “interpreta” desta maneira: só é contabilizado o tempo efetivo no grupo 910, após a especialização…

        • Rui Santos on 31 de Janeiro de 2013 at 23:10
        • Responder

        Eu também interpreto que o tempo de serviço no 910 é que conta. Mas não percam muito tempo a pensar nisso, porque o mais importante são os alunos, é para eles que trabalhamos!

          • Ribeiro on 1 de Fevereiro de 2013 at 0:35

          E se por não ter obtido colocação não trabalhamos com os alunos mas gostávamos de trabalhar, é preciso perder tempo com isto para ver se é legal ou não! Cada escola faz o que quer e interpreta o que quer? Mas anda tudo doido?

          • Rui Santos on 1 de Fevereiro de 2013 at 0:49

          Estou desempregado, mas pelo menos estou de consciência tranquila. Podem-me chamar romântico, mas desde que eu saiba que as crianças estão em boas mãos, com um bom professor, mesmo que este esteja atrás de mim da lista, estou descansado e feliz. E afinal de contas, o mais importante não são as crianças? São elas o futuro de amanhã!

    • João Manuel on 1 de Fevereiro de 2013 at 11:12
    • Responder

    Rui, concordo contigo. Os meus alunos sempre gostaram muito de mim e a direção sempre me achou um bom professor. Por isso, um dia que fiques colocado, avisa-me para eu trocar logo contigo, porque assim os alunos fiquem bem entregues…

      • Rui Santos on 1 de Fevereiro de 2013 at 16:31
      • Responder

      Um dia que fique colocado os alunos criarão laços de empatia impares comigo e eu com eles. Não seria de todo justo desistir de uma missão para a qual fui escolhido, pois eu não desisto das crianças que são o futuro de amanhã!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog