Apenas 27 Docentes em Horário Zero Candidataram-se ao IEFP

… e não é difícil perceber a razão vendo os quadros que apresento em baixo com a distribuição dos horários em concurso por CEFP e a distribuição dos docentes em “horário-zero” por grupo de recrutamento e QZP da última reserva de recrutamento.

 

Horários-zero rejeitam IEFP

 

Dos cerca de 700 professores dos quadros do Ministério da Educação e Ciência que estão colocados nas escolas mas não dão aulas, apenas 27 se candidataram ao concurso do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), segundo dados a que o CM teve acesso. Aberto em dezembro, o concurso destina-se à contratação de 915 docentes/formadores para os centros do IEFP, entre 2013 e 2015.

 

Número de vagas por CEFP e grupo disciplinar

vagas por CEFP

Número de docentes sem componente letiva na reserva de recrutamento 15 por grupo disciplinar e QZP

NCMIRR15QZP
Para se ter um exemplo identifico o grupo 200, onde todos os CEFP tinham pelo menos um lugar a concurso com excepção dos CEFP de Braga e de Vila Real e dos 6 docentes do grupo 200 que se encontravam ainda sem componente letiva à data do concurso do IEFP, 4 deles eram de Vila Real.
Outro exemplo que pode ser dado é o caso do grupo 110 onde no QZP do Porto não existia nenhum docente por colocar e mais de metade das vagas que abriram para o IEFP neste grupo eram de CEFP do Porto.

O segundo grupo com mais horários em concurso no IEFP é o grupo 500 – Matemática com 130 horários e apenas existe 1 docente do quadro em “horário-zero”. O mesmo acontece com o grupo 550 – Informática com 100 horários onde apenas 1 docente dos quadros está por colocar.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/apenas-27-docentes-em-horario-zero-candidataram-se-ao-iefp/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,


  1. Curioso. Só os do 300 ultrapassam os 27. Devem ter concorrido todos, digo eu. Não se ponham a pau, não.


    1. Mas dos 28 docentes do grupo 300 sem horário 11 são de Viseu e só existem 4 vagas no CEFP da zona. Se calhar 4 concorreram, não sei.


  2. E o docente do quadro do 550 “com horário-zero” tem componente letiva desde outubro. Logo…

    • sandra s. on 7 de Janeiro de 2013 at 19:19
    • Responder

    Pois, esta é mais uma para deitar abaixo a classe. Vir a público dizer que os professores com horário zero não concorreram. Não???? É preciso mostrar também publicamente o nº o elevado de docentes do quadro excluídos do concurso por “Apesar de ser docente de quadro não tem 22 horas de componente lectiva”. O Ministro não viu a lista de excluídos? Será que esses colegas não querem trabalhar? ou será que IEFP não os quer?


  3. Pior que isto é qzps entrarem com atestados médicos atrás de atestados médicos para não meterem os pés nas escolas….com tanta gente competente a precisar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog