3 de Janeiro de 2013 archive

A Música da Noite

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

… em que ficamos HOJE a saber que volta a Portugal este ano.

 [youtube=https://www.youtube.com/watch?v=xmUZ6nCFNoU]

The Smashing Pumpkins – Today

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=d1acEVmnVhI]

The Smashing Pumpkins – Disarm

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/a-musica-da-noite-10/

77 Ofertas de Escola

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

… a terminar o prazo de candidatura entre o dia 3 e 8 de Janeiro de 2013.

Nesta lista parece já estarem incluídos horários de escolas que não são TEIP.

 

 

OE jan

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/77-ofertas-de-escola/

De Trapalhada em Trapalhada

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

… lá vai andando o concurso do IEFP.

 

Exmo/a _____________
Por lapso, o nosso sistema informático enviou e-mails de convocatória para entrevista a todos os candidatos, quando apenas os deveria ter remetido para os candidatos com a graduação mais elevada. Com efeito, tal como referido no âmbito do procedimento concursal em apreço, serão realizadas 3 entrevistas por cada vaga de acordo com a graduação obtida.
Nesta conformidade, solicitamos que ignore o e-mail que recebeu, apresentando as nossas desculpas por esta situação.
Com os melhores cumprimentos

 

lapso

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/de-trapalhada-em-trapalhada/

Uma Convocatória para Entrevista – IEFP

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

 

… com a curiosidade de ser dada muita informação mas que a mais importante não é referida: DIA, HORA e LOCAL da entrevista!!

Assunto: Convocatória para entrevista

§  Contratação de professores/formadores para os Centros de Emprego e Formação Profissional do IEFP, I.P.

Exmo(a) Senhor(a)

1.       Na sequência da sua candidatura ao concurso de Contratação de Docentes/Formadores 2013-2015, divulgado através do Aviso de Abertura de Procedimento de Seleção n.º 1/2012 – Contratação para os Centros de Emprego e Formação Profissional do Instituto do Emprego e da Formação Profissional, I.P., com vista ao preenchimento de vagas para o período compreendido entre 2013-2015, cumpre-nos informar de que, em resultado da pontuação obtida, foi selecionado(a) para a entrevista de seleção.

Nota: Pontuação disponível no portal do IEFP, I.P., em

http://www.iefp.pt/concursos/Paginas/Contratacaodocentesformadores2013_2015.aspx,

2.       A sua entrevista está agendada para o próximo dia  pelas  horas, no , devendo, no entanto, apresentar-se 20 minutos antes desta hora para permitir o desenvolvimento deprocedimentos de verificação documental.

 

3.       Nesta ocasião, deve fazer-se acompanhar dos originais dos seguintes documentos comprovativos da informação registada no Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos da Educação (SIGRHE),  do Ministério da Educação e Ciência:

 

a.       Documento de identificação pessoal (cartão de cidadão, bilhete de identidade, passaporte, carta de condução);

b.      Curriculum Vitae;

c.       Certificado de habilitações, onde conste a nota final de curso;

d.      Comprovativo da habilitação para a docência ou norma legal habilitante;

e.      Comprovativos do tempo de serviço/horas de formação ministradas;

f.        Certificado de competências pedagógicas ou equivalente (formadores);

g.       Comprovativo de residência permanente na NUT III indicada (declaração ou nota de liquidação do IRS, recibo de água, luz, gás, telefone, internet);

h.      Declaração de disponibilidade (minuta a disponibilizar pelo Centro de Emprego e Formação Profissional no momento);

i.         Comprovativo de não dívida às finanças e segurança social ou autorização para consulta on-line (apenas para os formadores e docentes que não são do quadro do MEC).

4.       Não é possível prorrogar a entrega dos documentos supramencionados, com exceção do documento identificado na alínea i), que poderá ser apresentado, no limite, até à data da eventual celebração do contrato.

 

5.       A impossibilidade de confirmar documentalmente toda a informação registada inviabiliza de imediato a realização da entrevista e  dá lugar à exclusão do concurso.

 

6.       Não serão admitidos candidatos que tenham vínculo contratual com outra entidade, para o ano letivo em curso, independentemente da natureza jurídica da entidade – pública, privada ou cooperativa – e da duração da componente letiva.

 

7.       O Centro de Emprego e Formação Profissional ficará na posse de uma cópia de toda a documentação apresentada, devendo o(a) candidato(a) ficar disponível para prestar eventuais  esclarecimentos complementares sobre o teor dos respetivos documentos.

 

8.       A confirmação de presença na entrevista é obrigatória e deve ser efetuada com 24 horas de antecedência face à data marcada, para o e-mail do Centro de Emprego e Formação Profissional, , com o qual passará, a partir deste momento, a articular sobre este assunto.

 

Importante: O e-mail de resposta deve conter em histórico a convocatória.

9.       No caso de se ter candidatado a mais do que uma vaga para o mesmo Centro de Emprego e Formação Profissional será entrevistado(a) uma única vez.

10.   Se, por outro lado, se candidatou a mais do que um Centro de Emprego e Formação Profissional e foi convocado(a) para mais do que uma entrevista que coincidem no tempo, deve: i) confirmar uma das presenças e ii) informar o(s) Centro(s) a cuja(s) entrevista(s) não poderá comparecer, anexando o comprovativo da(s) convocatória(s) recebida(s) e solicitando o seu reagendamento.

Com os nossos melhores cumprimentos e votos de um bom Ano Novo.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/uma-convocatoria-para-entrevista-iefp/

Ano Novo, Guerras Antigas

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Continua a saga por Montalegre em plena página da câmara Municipal.

 

Presidente acusa DREN de «compadrio politico» e «favorecimento do PSD»

 

 

Fernando Rodrigues volta à carga no “braço de ferro” instalado entre a autarquia de Montalegre e o agrupamento de escolas. Pelo meio aparece a DREN que segundo o presidente da Câmara utiliza o «compadrio politico» e jogo de influências com vista a «favorecer o PSD local». Um dossier insustentável que levou o autarca, a escrever uma carta ao Ministro da Educação relatando o clima que se vive no seio da educação concelhia.

No seguimento das duras críticas lançadas recentemente contra o Agrupamento de Escolas de Montalegre, a que a Direção Regional de Educação do Norte (DREN) não deu resposta, Fernando Rodrigues vem reforçar a sua posição num comunicado dirigido ao Ministro da Educação onde dá conta do conjunto de «ilegalidades» que estão a ser praticadas no interior do agrupamento com a conivência, na ótica do edil, da DREN.
Fernando Rodrigues afirma que a DREN «numa intolerável sobranceria em relação à autarquia, não atende a Câmara de Montalegre, e não a ouve», facto que a faz sentir «desconsiderada e marginalizada».
O presidente do município alerta o ministro que há «uma senhora que instrumentaliza uma das associações de pais e que manda na escola». Segundo Fernando Rodrigues «a DREN comporta-se como uma entidade sectária em nome do compadrio politico e do favorecimento do PSD local». Tudo somado traduz-se num «comportamento lastimável que acaba por destruir a relação com as instituições e a própria credibilidade da escola».

 

PRESIDENTE PEDE AO MINISTRO PARA COLOCAR ESCOLA NA ORDEM

 

Na carta dirigida ao Ministro da Educação, o presidente da Câmara de Montalegre faz questão de esclarecer o titular da pasta educativa para um conjunto de episódios que marcam o dia-a-dia do agrupamento de escolas. Na missiva é lançado o apelo para que o membro do governo defenda não só o agrupamento como reponha a legalidade. A ser feito a escola fica «na ordem» e passará a existir «respeito pelo serviço público e também pelas outras instituições». No rol estão as seguintes passagens que passamos a transcrever:
– O Agrupamento de Escolas de Montalegre, depois da fusão da Bento da Cruz com a do Baixo Barroso, nunca mais ficou em paz. São ilegalidades, prepotência e descrédito.
– O processo que elegeu o diretor foi declarado ilegal pelo Tribunal e mantida a decisão em recursos sucessivos.
– Apesar disso mantém-se tudo no maior desrespeito pelas leis e o funcionamento é uma autêntica “bagunçada”. Há quem pergunte se é necessário uma nova ação judicial para obrigar o Ministério da Educação a cumprir a sentença dos tribunais.
– A DREN de então, que foi alertada para tudo, e que deveria ser isenta e cumprir e fazer cumprir a lei, não o fez e deixou andar, apoiou, e até, ao que parece, empenhou-se nos recursos judiciais, contra o bom senso, e terá mesmo funcionado como “conselheira” gratuita do diretor ilegal, permitindo e, dessa forma, incentivando a “bagunça”.
– O Conselho Geral não cumpriu prazos, permitiu a participação no ato eleitoral de membros impedidos por lei e não sabe o que são instituições ou individualidades e ultrajou estes conceitos, com o apoio da DREN, rebaixando a escola aos olhos de toda a comunidade.
– Assim, é a DREN responsável pelo clima de guerrilha emanando deste órgão, que envolve professores, funcionários e encarregados de educação.
– O Diretor, após a eleição ilegal, a primeira coisa que fez foi nomear a sua mulher para a gestão, num ato de concentração de poder pouco recomendável. Mas esqueceu-se de definir objetivos para os funcionários, não cumprindo, por isso, com a obrigação legal da avaliação. O Diretor recebe todos os dias alunos em sua casa. A DREN averiguou se dá explicações e são pagas?
– Houve troca de professores no decorrer do ano letivo, em turmas de filhos de membros da associação de pais, alegadamente para benefício destes. A DREN averiguou se houve pressão, desautorização e humilhação dos docentes e se isso criou instabilidade na Escola para além da sua legalidade? É que os próprios alunos gabavam-se desse feito, de terem “corrido” com os professores e ameaçam fazer o mesmo a outros.
– A DREN é, por isso, responsável de se ter instalado na escola um grupelho radical fanático, com o diretor comandado pelo ego de um elemento da associação de pais, sem qualquer implantação social e sem sentido do bem comum e da necessária harmonia numa escola, que quer unicamente fazer política e afrontar a Câmara Municipal.
– Não têm qualquer noção do cargo público que ocupam nem da exigência de obediência à lei, e comportam-se como pequenos mandões e irresponsáveis provocadores. Com o seu comportamento dividiram os professores, os alunos, os funcionários e até os encarregados de educação já formaram outra associação de pais.
– O ambiente que se vive na escola, de irreconhecida legitimidade para governar por tanto atropelo à lei, já condenado em Tribunal, o clima de perseguição instalado que já deu origem a processos disciplinares contra professores, as ameaças a funcionários, está tudo a degradar a escola e a levar ao limite a credibilidade que deve ter um estabelecimento de ensino perante os alunos, mas perante toda a sociedade.

 

Ficheiros para descarregar

Presidente Câmara de Montalegre – Carta ao Ministro da Educação

Tribunal Central Administrativo Norte – Proc. N.º 184/11.2BEMD2

Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela – Proc. N.º 184/11.2BEMD2

Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela – Proc. N.º 184/11.2BEMD2 (Sentença)

Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos do Agrupamento de Escolas de Montalegre (APAEM)

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/ano-novo-guerras-antigas/

Lista de Candidatos Admitidos por Zona

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Lista de Candidatos Admitidos

Águeda
Alcoitão
Alentejo Litoral
Aljustrel
Alverca
Amadora
Arganil
Aveiro
Barlavento
Beja
Braga
Castelo Branco
Coimbra
Entre Douro e Vouga
Évora
Faro
Guarda
Leiria
Lisboa
Médio Tejo
Pinhal Interior Norte
Portalegre
Porto – Cerco
Porto – Ciriaco Cardoso
Seia
Seixal
Setúbal
Sintra
Trás-os-Montes
Viana do Castelo
Vila Franca de Xira
Vila Real
Viseu

 

Novos links de final da tarde de dia 3 Janeiro de 2013

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/lista-de-candidatos-admitidos-por-zona/

Envio de Convocatórias – IEFP

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Foi alterado o calendário constante no site do IEFP que remete para o dia de hoje o envio das convocatórias para as entrevistas.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/envio-de-convocatorias-iefp/

Processo de Denúncia Individual Para a Comissão Europeia

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

… no site da ANVPC

INÍCIO DO PROCESSO DE ENVIO DE DENÚNCIAS À COMISSÃO EUROPEIA – MANUAL DE INSTRUÇÕES

 

A ANVPC tem colocado na “praça pública”, nos últimos meses, o problema da precariedade laboral de longa duração dos Professores Contratados portugueses, problema que se arrasta há anos e anos sem que sejam apresentadas, pela tutela, soluções reais, e verdadeiramente adequadas à dimensão do problema. Uma série de ações de natureza diversa, mas complementar, têm sido postas em marcha pela ANVPC, todas elas disponíveis em www.anvpc.org/noticias.

Mas agora chegou o momento de todos os(as) associados(as) da ANVPC e dos Professores Contratados em geral se juntarem, e darem início a uma ação sem precedentes, tanto em dimensão como em alcance!

A ANVPC vai apoiar os seus associados(as) na apresentação de denúncias individuais em sede da Comissão Europeia, no sentido desta ser alertada para a alegada violação, por parte do governo português, da Diretiva 1999/70/CE do Conselho de 28 de Junho de 1999, relativamente ao desempenho de funções docentes por parte dos Professores Contratados.

Os(as) associados(as) deverão consultar o seu e-mail e verificar se já são detentores do “Manual de Instruções – CE” para realização, e envio, da sua queixa individual. Todo o apoio será disponibilizado através do e-mail ce@anvpc.org .

Os Professores Contratados que ainda não são associados da ANVPC deverão solicitar informação através do e-mail ce@anvpc.org .

Os Professores Contratados portugueses exigirão a reposição da justiça laboral, em todas as instâncias que estejam ao seu dispor – nacionais e internacionais. Docentes que se apresentam como necessidades permanentes do sistema de ensino há anos e anos, têm o direito legal de serem inseridos nos quadros do Ministério de Educação e Ciência.

A Direção da ANVPC

O “Manual de Instruções – CE”, com todos os passos a realizar para envio das denúncias à Comissão Europeia poderá ser descarregado AQUI

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/01/processo-de-denuncia-individual-para-a-comissao-europeia/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog