22 de Novembro de 2012 archive

Listas dos Resultados (TIMOR)

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Dá que pensar quando o menos graduado neste concurso para o grupo 100 tem 38,79 e para o grupo 110 a média de graduação está muito acima dos 40.

 

Clicar na imagem para ver os resultados.

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/11/listas-dos-resultados-timor/

Algumas Datas de Reuniões na DREN

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

… com vista à agregação de escolas/agrupamentos.

Podem ajudar a completar na caixa de comentários os concelhos e os dias que faltam no quadro.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/11/algumas-datas-de-reunioes-na-dren/

Para Corrigir Ilegalidades

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

…também era necessário que o parlamento aprovasse alguma medida para colocar os docentes do índice 245 com mais de 5 anos nesse índice, pelo menos no índice 272, para não estarem ultrapassados há já dois anos por quem com menos tempo de serviço subiu a esse índice. É que o provedor de Justiça considerou inconstitucional essa ultrapassagem e não vi ninguém no parlamento defender esta ilegalidade que já dura há quase dois anos e parece ter ficado esquecida.

 

Maioria viabiliza proposta d’Os Verdes para subir salário de alguns professores universitários

 

Docentes universitários assistentes que entraram, desde este ano, na carreira de professor auxiliar não viram o seu salário actualizado à nova carreira. Proposta d’Os Verdes quer que estes docentes possam ver o seu salário adequado à categoria, corrigindo uma ilegalidade identificada pelo Provedor de Justiça.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/11/para-corrigir-ilegalidades/

Os Novos Megas por Braga

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Para os restantes concelhos, que já foram convocados para reuniões na DREN, perceberem ao que vão.

 

Agregação de escolas no concelho de Braga

 

Em junho último, o Ministério da Educação anunciava que estava concluída a segunda fase da agregação de escolas com a criação de novas unidades orgânicas. O concelho de Braga tinha escapado a esta fase de agregações.

No dia 15 de novembro, a senhora diretora regional de Educação do Norte, Dra. Isabel Cruz, convocou via e-mail os diretores e os presidentes dos conselhos gerais dos agrupamentos e das escolas não agrupadas do concelho de Braga, para uma reunião sobre reorganização/agregação de agrupamentos de escolas. Com esta convocatória encetou-se a terceira e última fase de criação de novas unidades orgânicas.

Na Direção Regional de Educação do Norte (DREN), em 19 de novembro, a Dra. Isabel Cruz informou que nesta data concluiria, definitivamente, o processo de agregações do concelho de Braga para o submeter a despacho do senhor Secretário de Estado Ensino Básico e Secundário, Dr. João Grancho.

Vincou que «o processo negocial tinha chegado ao fim» e argumentou que as escolas não tinham apresentado propostas alternativas à proposta da DREN. Por isso, face ao silêncio e à ausência de contrapropostas manteria a geometria territorial do concelho de Braga apresentada em maio último. Salientou, ainda, que as atas dos concelhos gerais se tinham limitado a repudiar e a rejeitar a política de agregações. Como não acrescentaram nada de novo, o prazo negociável dado às escolas tinha-se esgotado definitivamente.

De acordo dom o Despacho n.º 5634-F/2012 de 26 de abril de 2012, beneficiavam do regime de exceção o Agrupamento de Maximinos e o Agrupamento Dr. Francisco Sanches por serem escolas integradas nos territórios educativos de intervenção prioritária (escolas TEIP). Beneficiavam, ainda, do regime de exceção o Agrupamento André Soares pela prestação de serviços educativos permanentes no estabelecimento prisional de Braga e o Agrupamento de Escolas Braga Oeste (Cabreiros) por ser de âmbito intermunicipal. Por depender da livre iniciativa destes agrupamentos a sua agregação, a senhora diretora regional perguntou aos seus representantes se queriam prescindir da prerrogativa da exceção. Obviamente que a resposta foi negativa. Nenhum deles quis abrir mão da suaidentidade!

Assim, ficaram estabelecidas as seguintes novas agregações: Escola Secundária D. Maira II com o Agrupamento de Escolas de Lamaçães; Escola Secundária Carlos Amarante com o Agrupamento de Escolas de Gualtar; Escola Secundária Alberto Sampaio com o Agrupamento de Escolas de Nogueira; Escola Secundária Sá de Miranda com o Agrupamento de Escolas de Palmeira; Agrupamento de Escolas de Real com o Agrupamento de Escolas do Cávado; Agrupamento de Escolas de Celeirós com o Agrupamento de Escolas de Trigal Santa Maria.

Oportunamente, saber-se-á onde se localizará a sede de cada nova agregação bem como a constituição da respetiva Comissão Administrativa Provisória (CAP).
De acordo com a Tutela, agrega-se para ‘garantir e reforçar a coerência do projeto educativo e a qualidade pedagógica das escolas e estabelecimentos de educação pré-escolar que o integram, numa lógica de articulação vertical dos diferentes níveis e ciclos de escolaridade’.

De facto, as novas unidades orgânicas de gestão passam a integrar todos os níveis de Educação e Ensino o que permitirá a um aluno completar a escolaridade obrigatória no mesmo agrupamento de escolas. Para tal, foi prometida a criação do ensino secundário no território educativo do Agrupamento de Escolas de Real e do Cávado e, ainda, no território educativo do Agrupamento de Escolas de Celeirós e Trigal Santa Maria. Com esta medida, a DREN também pretende evitar o fluxo dos alunos para os concelhos circunvizinhos.

Entretanto, contra a vontade dos conselhos gerais o Agrupamento de Escolas de Palmeira (com 1436 alunos) e a Escola Secundária Sá de Miranda (com 1345 alunos) formarão um mega agrupamento e, no ano letivo 2013-2014, devido aos fortes constrangimentos económicos, surgirá esta «superestrutura» que em nome de um projeto educativo único obrigará à perda de duas identidades.

Com uma realidade organizacional mega, esta nova unidade orgânica encontrará, certamente, formas de sobrevivência. E neste novo modelo será inevitável perder-se, entre outras, a atmosfera de proximidade. De facto, é este o preço que todos nós teremos pagar pelos desvarios de quem nos tem (des)governado nos últimos anos.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/11/os-novos-megas-por-braga/

As Novas Agregações a Norte

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

… estão a ser preparadas a ritmo acelerado.

Também dizem que estão a ser convidados bastantes agrupamentos para os novos TEIP 3.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/11/as-novas-agregacoes-a-norte/

Sempre É Melhor do que uma Mobilidade Forçada

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/11/sempre-e-melhor-do-que-uma-mobilidade-forcada/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog