«

»

Ago 31 2012

Imprimir Artigo

Números de Renovações

… que não batem certo com os do MEC e por isso podem ter algumas falhas.
 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/08/numeros-de-renovacoes/

  • Sara
    O 910 é uma farturinha! São possíveis renovações nas Teips. No 910 tem várias…..
  • Sara
    São possíveis renovações nas Teips?
  • Zaratrusta
    Espanta-me a falta de reação a estes 43 000 professores desempregados, principalmente aqui nos blogs mais frequentados, pois na comunicação social já era de esperar. Se uma empresa despedisse 50 trabalhadores, teríamos reportagens durante uma semana e o ministro da economia em pânico.

    Mas o espantoso mesmo é a falta de reação dos próprios professores contratados. Será que estão a pensar que deveriam ter reagido quando estes números se começaram a prever? Sim, porque eles já eram esperados há muito tempo.

    Será que se estão a arranhar por não terem feito aquilo que alguns propuseram, pelo qual foram várias vezes acusados de alarmistas, como por exemplo a greve aos exames por parte dos contratados, uma greve por tempo indeterminado ou a não manifestação de preferências.

    Na altura não acreditavam que isto pudesse acontecer, apesar de todas as medidas tomadas pelo MEC que tinham este desfecho como principal objetivo. Agora já acreditam?

    Mas agora já é tarde. Estes 43 000 já não existem, são apenas um número, já não são professores. Resta-lhes a esmola do subsídio de desemprego durante uns meses e a mágoa de nada terem feito para evitar esta situação. Espero que a maioria não tenha filhos, para não lhes terem de explicar o quão cobardes foram.

  • pvox
    espero um pedido de desculpas pelo ultimo post…….
  • Tink_lilly
    Zaratrusta, não é o meu caso, mas secalhar esses mesmos “cobardes” como chama os contratados têm filhos e se andassem sempre em manifestações e greves e ainda não manifestassem as preferências deparavam-se com uma situação pior: ter que explicar aos filhos porque raio é que lhes faltam alguma qualidade de vida! Acho que foi um comentário de muito mau tom! A/o Zaratrusta já tem trabalho? Se tiver ótimo para si, mas agora não faça comentários indelicados para quem não ficou colocado!
  • Tink_lilly
    Zaratrusta, não é o meu caso, mas secalhar muitos desses professores que critica têm mesmo filhos. Assim se estivessem sempre em greves indeterminadas, boicote a isto e aquilo e não manifestassem preferências deparavam-se com outro problema: ter que explicar aos filhos que por terem sido tão heróicos estava-lhes a faltar bens essenciais em casa! Espero sinceramente que a/o Zaratrusta tenha emprego, agora não ofenda quem, para infelicidade suficiente, ficou de fora!
  • Inês
    Zaratrusta – o dia de ontem, de stressante que foi, avariou-lhe o ….
  • http://RAR Reconhecer a realidade
    Acho que o Zaratrusta tem toda a razão. Sou contratado e fiquei desempregado, mas sei que os bandidos que estão no governo e andam a destruir o país não agiríam com tamanha impunidade se os professores lhe fizessem frente e não se ajoelhassem. Mas a realidade é esta: os Nunos Crápulas fazem o que bem querem para implodir a educação pública em Portugal… e os professores não se organizam, não lutam, não protestam, deixam acontecer. Acho que o Zaratrusta não quis ser indelicado, apenas chamar a atenção para uma realidade que qualquer pessoa, se olhar com olhos de ver, reconhecerá.
  • http://Dignidade Dignidade
    Prefiro mil vezes a combatividade indignada de um “Zaratrusta” do que o indigno servilismo de uma “Tink_lilly”. É a diferença entre ter dignidade e não a ter.
    • dignidade (latim dignitas, -atis) s. f.
      Oh meu amigo! Se fores a ler com atenção o que disse não me chamarias indigna servil. ( o que faz de ti tb indigno ao chamares alguém que não conheces de coisas que não sabes) Comecei com ” Não é o meu caso”. Agora conheço muitos professores contratados com filhos, e monoparentais, a quem o dinheiro lhes faz muitissima falta. Eu faço greves, eu protesto…mas cada qual sabe de si e não ando aí a ofender os outros! Cada um de nós tem que se juntar a quem tem os mesmo ideais. Agora não me venhas falar em e/ou dizer que não tenho dignidade…
  • tt
    Teria chegado um bloqueio das avaliações do 3 periodo feito concertadamente por todos os contratados para impedir muitas das desilusoes de hoje.
    Infelizmente, agora já nada há a fazer, a nao ser pela vinculação imediata dos que foram colocados em horarios completos.
    Lamento muito que a falta de acção atenpada dos sindicatos tenha permitido a hecatombe de ontem.
  • Zaratrusta
    Apenas um exemplo do caos permitido:

    Numa determinada escola foi renovado um horário anual e completo ao candidato com o nº de ordem 423, com 10 anos de tempo de serviço, de um determinado grupo de recrutamento e foi colocado o candidato com o número de ordem 10, com 30 anos de tempo de serviço, num horário de 9 horas no mesmo grupo.

    Grande país; grande ministério!

  • http://www.facebook.com/joao.nunes.792 João Nunes
    Quando era a DIREITA a financiar as Manifs estavam lá todos a queixarem-se das avaliações …..
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers:

Login