E Quem Confirma

…que a graduação docente está de acordo com a legislação para o envio dos docentes a ausência da componente letiva?

Este é um dos problemas reais nesta fase em que as escolas têm de enviar docentes para ausência da componente letiva. De acordo com a nova legislação são enviados de forma voluntária os mais graduados e na ausência de docentes voluntários são indicados os menos graduados.

Existem regras determinadas em esclarecimento e em Nota Informativa para o envio de docentes a esta fase de concurso. Tudo isto seria claro se também existisse a obrigação da publicação da lista graduada de ordenação por grupo de recrutamento em local público para a confirmação de graduações que deixaram de ser públicas desde 2006.

Assim, ficará sempre uma suspeita da verdadeira graduação e das contas que cada direção seguirá para ordenar uma lista conforme bem entender e lhe der jeito. De tantas versões que já ouvi existem graduações feitas das mais diversas formas.

A única solução seria que todos pudessem ter na aplicação SIGRHE o seu registo biográfico validado e atualizado. Não é a primeira vez que falo neste assunto e espero que mais cedo ou mais tarde isso venha a verificar-se.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/07/e-quem-confirma/

10 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Assistente Tecnico on 9 de Julho de 2012 at 22:27
    • Responder

    Caro Arlindo,

    Tem todo o sentido o seu post! Tenho conhecimento que alguns(algumas) coordenador(as) técnicas estão às 3 pancadas a calcular a graduação em máquina de calcular… e mais não digo!

    A favor da transparência e rigor, é legítimo o lançamento público da graduação de todos na mesma situação. Bem sei que temos muito pouco tempo!

    Assistente Técnico

      • Alda Maria Costa Rocha on 12 de Julho de 2012 at 15:18
      • Responder

      Afinal quem tem horário zero e tem de concorrer por ACL deverá manifestar preferência obrigatória a quantas escolas/agrupamentos?

        • Alda Rocha on 13 de Julho de 2012 at 12:03
        • Responder

        Alda Rocha: Concorre às escolas que quiser. Caso não apanhe colocação fica na escola de origem/provimento com horário zero. Em 13/14 concorre para plurianualidade, caso não tenha horário na escola de origem. Caso teha, não é necessário concorrer. É esta a minha situação. Obrigada por tudo!


  1. Finalmente esta questão é abordada… Pensava que estava a ficar maluquinha! Na área geográfica onde dou aulas, ninguém comenta esta situação. Parecem estar todos à espera de um milagre.Que tal pedirmos esclarecimentos por escrito às DRE! Será que vale a pena?
    E desde quando é que os esclarecimentos e notas informativas são contraditórias à legislação ou não têm o seu suporte na mesma?

    • Eduarda on 9 de Julho de 2012 at 22:42
    • Responder

    Olá

    pelo que entendi pode haver um professor voluntário, mesmo sendo QA com componente letiva?

    Obrigada

    • Joana Silva on 9 de Julho de 2012 at 23:57
    • Responder

    É obrigatória a publicação anual da graduação profissional, dos professores e não só, nos termos do Decreto Lei 100/99.
    Este é o único mecanismo legal existente e que pode ser impugnado nos termos legais.

    • Luísa on 10 de Julho de 2012 at 7:33
    • Responder

    Na minha escola, a ex-Directora afixou a lista de graduação da nossa escola para que cada um confirmasse. Falta saber é como estão a ser feitas as coisas no processo de agregação de escolas uma vez que passámos a mega e só temos CAP há menos de uma semana!!!
    Bom trabalho!

    • Mane on 10 de Julho de 2012 at 13:57
    • Responder

    No meu agrupamento publicaram a lista e esta clara…


  2. desculpem a opinião

    mas o mal é haver tanta gente sem componente lectiva devido a más decisões políticas

    é contra isso que se deve lutar!

    agora se deve ser o A, ou o B…

    para mim não deve ir nenhum, mas se for algum, que reclame!

    aliás, deviam todos reclamar, por exemplo, na manifestação de 5â feira

    • Isabel on 11 de Julho de 2012 at 9:13
    • Responder

    Outra quastão: há escolas – mais do que eu pensava – a graduar dentro do grupo, dentro do grupo mais do grupo “vizinho” (o tal da “habilitação adequada” da Milú), e, inclusivé, o vizinho-do-vizinho, ou seja, para a malta que vem das ESE’s com formação de 1º ciclo à mistura, gradua-se até aí. E não apenas para as “pontas” de horário. Faz-se isto à cabeça. Como em cada cabeça e em cada escola se passa sua coisa, conforme as conveniências de cada um, a confusõa é mesmo total.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog