«

»

Jun 29 2012

Imprimir Artigo

Professores Preparam Revolução Tecnológica

Notícia de capa do Primeiro de Janeiro

 

Professores preparam revolução tecnológica

 

O desaparecimento da Educação Tecnológica como disciplina obrigatória no 3º ciclo deverá atirar mais professores para o desemprego.

Os professores de Educação Tecnológica (ET) estão revoltados com a nova gestão curricular, em que a disciplina é penalizada e cujos docentes do grupo 530, em especial, sentem-se prejudicados pelo Ministério da Educação, mas também pelos sindicatos que aparentemente não deram a devida atenção à questão, num dia em que o ministro Nuno Crato afirmou que serão obrigatórias, a partir de 2013/14, as metas curriculares que lançou para discussão pública. Numa era em que a tecnologia tomou conta do mundo global – já não passamos sem internet, sem redes sociais, etc… –, os educadores têm dificuldade em entender como se quer alcançar um ensino mais inovador e virado para as novas tecnologias, em que as disciplinas são mais práticas e abrangentes, e se pretende, com a nova gestão curricular, prejudicar a Educação Tecnológica do 3º ciclo, onde as vagas serão escassas e não vão chegar para os professores do quadro quanto mais para os contratados, entre os quais com mais de 20 anos de serviço. Conclui-se, por isso, que estejam para aumentar o número de professores no desemprego. No passado dia 7 de junho, a Associação Nacional dos Professores de Educação Técnica e Tecnológica (ANAPET) criticou o desaparecimento da ET como disciplina obrigatória no 3º ciclo da nova estrutura curricular dos ensinos básico e secundário, aprovada pelo Ministério da Educação. ‘Cumpre-nos continuar a manter fidelidade ao princípio fundamental de que esta disciplina deve regressar, quanto antes, ao currículo, com os fundamentos que são conhecidos e que têm obtido eco na sociedade civil. Temos consciência dos múltiplos problemas que esta circunstância acarreta e vai colocar aos alunos, aos pais, aos professores e às escolas. Por isso, manteremos uma postura pró-activa na busca das melhores soluções’, lê-se no comunicado da associação de professores. ‘Colegas, estamos, coletivamente, convocados – professores dos quadros e contratados – para lutar pelo regresso da Educação Tecnológica ao currículo. Todavia, cada um por si, na respetiva escola, tem um importante papel a desempenhar. Não se dispensem de cumprir esse dever e exigir esse direito!’, apelou a Direcção da ANAPET. O ministro da Educação e Ciência afirmou, ontem, que serão obrigatórias, a partir de 2013/14, as metas curriculares que lançou para discussão pública e que visam um ensino ‘bem estruturado’, baseado num modelo anglo-saxónico. Em conferência de imprensa na Secretaria Geral do Ministério da Educação, Nuno Crato indicou que, para o próximo ano letivo, as metas para as disciplinas de Matemática, Português, Educação Visual, Educação Tecnológica e Tecnologias de Informação e Comunicação do ensino básico serão ‘fortemente recomendadas’,
Elaboradas ano a ano, as metas, que estarão em discussão pública até 23 de julho, destinam-se a ‘definir com clareza o que se quer que cada aluno aprenda’, São ‘objetivos cognitivos muito claros’, para professores e alunos, indicou, rejeitando que se ponha em causa a ‘liberdade de método’, dos docentes para ensinarem as matérias. Nuno Crato afirmou que as metas vão ‘clarificar aquilo que, nos programas, deve ser prioritário, os conhecimentos fundamentais a adquirir e as capacidades a desenvolver pelos alunos ao longo dos diversos anos de escolaridade’, ‘Não pretendemos atuar de uma forma dirigista em relação à pedagogia’, garantiu Nuno Crato, que defendeu a necessidade de um ‘ensino bem estruturado’,
‘Julgamos que este processo corresponde a uma ambição de muitos professores’, apontou o ministro.
Educação. Nuno Crato afirmou que serão obrigatórias, a partir de 2013/14, as metas curriculares que lançou para discussão
DR

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/06/professores-preparam-revolucao-tecnologica/

  • sempre@tento
    O zig zag do governo…
    Primeiro retira-se a ET do currículo e a seguir definem-se metas curriculares rígidas…
    Desculpem mas acho que estou a ficar “burro”…deve ser da idade.
  • Profissão
    Mas afinal o que têm ET a haver com Internet e redes sociais?
    Quem escreveu o texto apenas leu e sabe o que significa ET?
    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Das metas de aprendizagem da disciplina de Educação Tecnológica.
      http://www.metasdeaprendizagem.min-edu.pt/ensino-basico/metas-de-aprendizagem/metas/?area=32&level=6

      Meta Final 9) O aluno utiliza as Tecnologias de informação e da comunicação.

      Metas intermédias até ao 8.º Ano

      O aluno trata a Informação, utilizando técnicas de comunicação e representação gráfica e através de software adequado.

      Metas intermédias até ao 9.º Ano

      O aluno desenvolve a utilização da Informação, utilizando técnicas de comunicação digital, meios informáticos e Internet

      E ainda não fui ao programa.

  • mécrocrato
    Educação Tecnologica deveria ser, não é preciso ir muito longe basta ver o exemplo de nuestros hermanos, realmente TECNOLÓGICA.

    Trabalhar MADEIRA, METAL;
    Comunicações;
    Energias;
    Transportes;
    Eletricidade;
    Mecânica (Sistemas pneumaticos, sistemas )

    Sim, lá começam desde o 5º ano! E logo no 5º ano começam a usar os “projetos” para porem em pratica os conhecimentos adquiridos.

    Sim precisam de “software adequado”. Software TECNOLÓGICO.

    Internet e Redes Sociais?
    Dediquem-se ao que realmente deve ser o vosso curriculum. Conteúdos não faltam!

  • tic0
    É claro que Internet não tem nada a ver com comunicações. Juntar Internet com Redes Sociais é de quem confunde Internet com WWW e não sabe do que está a falar.
  • Artur Manuel Lourenço da Silva Vieira
    Pela minha parte vou pedir avaliação extraordinária de desempenho com assistência de aulas (escolhido: Meta Final 9) O aluno utiliza as Tecnologias de informação e da comunicação.)
    Mostrarei os constrangimentos de ter a turma completa, de ter menor tempo de lecionação e que TIC é um dos itens do programa de educação tecnológica.
    Façam como eu.
    Além disso terão que designar avaliador para mim para assistir às aulas.
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers: