Aspetos Mais Positivos da Proposta de Concursos

Apesar de inúmeros aspetos negativos da proposta de diploma de concursos existem alguns que considero positivos, mas que por si só não fazem desta uma boa proposta.

São eles:

  • Recuperação dos dados dos concursos anteriores para uma nova candidatura;
  • Clarificação dos docentes que serão enviados a DACL com a possibilidade de voluntariamente irem os docentes com mais graduação ou involuntariamente os docentes com menos graduação;
  • Publicação de listas das colocações nas reservas de recrutamento;
  • Existência de dois critérios objetivos para a contratação de escola nos grupos de recrutamento com um peso de 50% (acho insuficiente este peso, mas pode evitar que existam ultrapassagens significativas na graduação dos candidatos visto que as escolas não terão possibilidade de passar à fase da análise curricular ou da entrevista a todos os candidatos em concurso e podem vir a selecionar os mais bem graduados para essa fase)
  • Publicitação da lista final ordenada ao concurso de contratação;
  • Clarificação das regras de permuta que podem ser extensíveis aos contratados da lista de contratação inicial

 

São curtas as boas medidas desta proposta.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2012/02/aspetos-mais-positivos-da-proposta-de-concursos/

17 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Joao cunha on 19 de Fevereiro de 2012 at 11:19
    • Responder

    A avaliacao de desempenho Muito bom continua a contar mais um valor? Porque nesta nova proposta nao diz em lado nenhum… Alguem me sabe responder?

    Abraco a todos/as.


    1. alínea c) do nº 1 do artigo 11º

    • Miguel Castro on 19 de Fevereiro de 2012 at 11:40
    • Responder

    A questão das prioridades (ter tidos 4 anos de serviço completo anuais nos últimos seis) é um ESCÂNDALO, que irá gerar INJUSTIÇAS do pior que tenho visto.

    Espero sinceramente que os sindicatos não deixem passar este ponto e alertem quem de direito para esta tremenda injustiça.

    • Carlos on 19 de Fevereiro de 2012 at 15:24
    • Responder

    O Artigo 11 nº 1 alinea c) só fala em contratados e os prof. do quadro na beneficiam do ponto da avaliação?

    é que eu vejo o pessoal do quadro a lutar por esse famoso ponto.


    1. A avaliação para os professores do quadro apenas tem implicações no desenvolvimento da carreira.


  1. Em abstracto concordo com algumas das coisas escritas. Acrescento uma nova realidade que é a dos colegas das ilhas poderem concorrer como sendo docentes dos nossos quadros o que também é uma alteração MUITO importante. Em relação às observações sobre o privado / público, lembro que esta medida joga a favor dos docentes dos colégios e não dos seus patrões. Ou seja, ao favorecer a entrada deles no público retira força aos patrões dos colégios e isso deve ser considerado. No entanto, passar à frente de quem está no público, com dificuldades acrescidas – distância por exemplo e tipologia de alunos – deve merecer preferência. No aventar coloquei outras observações: http://aventar.eu/2012/02/19/concurso-de-colocacao-de-professores-uma-primeira-analise/

      • Manela on 19 de Fevereiro de 2012 at 19:15
      • Responder

      E todos aqueles Profs que este ano (sem terem culpa ) não foram colocados e não fizeram os tais 4 anos.
      E todos aqueles Profs que têm tempo de serviço porque andam a mingua em horarios incompletos já estão na 1ª prioridade e agora são ultrapassados (sem terem culpa ) e passam para a 2ª prioridade.

      E todos aquelesprofs que estiveram nos colégios (numa realidade completamente diferente, sem meninos mal comportados, sem cadeiras a voar ou seja preservados de pancadaria , sendo sustentados por uma elite social que não se mistura com o simples aluno que vem para a escola sem tomar o pequeno-almoço) sera que depois de tanta protecção passam a frente daqueles Profs que sempre deram a cara para tudo, para serem insultados, batidos, verem o seu trabalho muitas das vezes destratado, ….É essa a justiça deste diploma… já para não falar em outras questões que todos podem analisar? Não sei o que foi que os PROFESSORES deste país fizeram de tão grave para estarem a pagar uma CRUZ tão grande e pesada.

      E Triste ser CULTO, Licenciado e PROFESSOR em PORTUGAL!!!!

        • Ana on 20 de Fevereiro de 2012 at 0:20
        • Responder

        Concordo inteiramente!!! É mais 1 facada nos que têm andado a tentar sobreviver com horários incompletos para, no mínimo, manter a 1ª prioridade…
        Se os sindicatos deixarem passar isto…deixo de ser sindicalizada…não lhes dou nem mais 1 cêntimo para NÃO me defenderem!!!

          • Margarida420 on 20 de Fevereiro de 2012 at 3:12

          pois amiga! logo que fiquei sem colocação fui cancelar o pagamento das quotas . Aínda pediram que do meu subsidio desconta-se um pequena %. Respondi-lhes que de chul. estava farta .

          Agora, cada vez mais não me arrependo, se estamos como estamos podemos agradecer a esses chul… porque só defendem os de Q…. quanto ao resto nós somos exterco que aínda contribui para terem 3000 euros por mês.

          Agora, é que se vai ver o que eles vão fazer pelos contratados (o mesmo que nada) mas fica o beneficio da duvida………..

        • HD on 21 de Fevereiro de 2012 at 11:25
        • Responder

        Não me lembro alguma vez ter ouvido um professor do privado ser “espancado”. Somos nós do publico que temos de educar e ensinar as piores crianças, sem regras e educação.

    • Sofia on 19 de Fevereiro de 2012 at 21:20
    • Responder

    Na contratação de escola não vai contar o tempo antes da profissionalização?Porquê?Antes da profissionalização muitos professores trabalharam muito e muito mais barato!não é justo?Nem devia hav er tempo antes nem após.Tempo de serviço é tempo de serviço.
    Uma dúvida o tempo de serviço no concurso nacional conta integralmente?De que forma?
    Sofia


    1. Essa situação também é incompreensível.
      Acredito que seja retificada de acordo com as regras do artigo 11º.

    • João Sebastião on 19 de Fevereiro de 2012 at 23:31
    • Responder

    Caro Arlindo
    Já viu o que acontece com um professor do quadro de uma escola de Bragança, com mais de 50 anos e já no último escalão da carreira, que agora tem que ir a DACL?
    Não tenha dúvidas que este ano muitos professores, já com netos, de Bragança, Viana do Castelo, Guarda, Beja,…. vão ter que ir a DACL.
    Com esta regra dos 3 QZP estes professores de distritos do interior vão ter que concorrer a uma região toda ( ex: de Bragança tem que concoorer a Vila- Real e ao Porto ou Braga).
    Será que ninguém está a ver isto? O País é muito diferente e a realidade de Lisboa é outra coisa!

    • Margarida420 on 20 de Fevereiro de 2012 at 2:58
    • Responder

    Descupem a todos vós! mas devo precisar de oculos “não consigo ver nenhum aspecto positivo relevante” é o que eu digo necessito de óculos …

      • CCN on 20 de Fevereiro de 2012 at 10:40
      • Responder

      E duas a precisar de óculos! Não vejo nada de postitivo na proposta. Vejo é um autêntico atentado não só aos pobres contratados (como eu) e aos professores do quadro! Um atentado! Essa de ter de concorrer a 3 QZP’s é demais, bem como os requisitos para a 1.ª prioridade! Comecei a dar aulas em 1992, tenho 17 anos completos de serviço, mas nos últimos anos tenho tido horários incompletos, como este ano que tenho apenas 13h. É justo que passe para a 2.ª prioridade? Que aberração!!! Mas de que cabecinhas sairão estas ideias??? Enfim… Ou os sindicatos tentam inverter este atentado ou então não sei, colegas, temos que endurecer posições, só não sei é como!

    • Teresa Maria Silva dos Santos Duarte on 20 de Fevereiro de 2012 at 18:22
    • Responder

    Eu sou de QZP e recebo cerca de 1300 euros se for sempre ao serviço e tiver saúde… ando 130 km por dia, gostava de saber dos 3000 euros… maneiras a falar e menos aldrabices fazem falta… gasto cerca de 300 euros em gasóleo, não racho boleias, e com as caDEIRAS A VOAR ( ÀS VEZES)…

      • Manel on 21 de Fevereiro de 2012 at 1:51
      • Responder

      Teresa Maria S.dos S Duarte: penso que a das 3.12 referia-se ao salário dos dirigentes sindicais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog