Negligente é a Tua Tia

Porque agora as notificações não carecem de aviso de recepção e andará algures por ai a carta com a notificação de pagamento.

Mais engraçado é que com alguma frequência tenho entrado no portal das finanças à procura deda minha dívida fiscal, descobri que isto estava nas infrações fiscais e não nas dívidas fiscais.

Assim se enganam os lorpas.

Quem me garante que o estado não organizou um cartel com os CTT?

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/12/negligente-e-a-tua-tia/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • ClaM on 16 de Dezembro de 2011 at 16:14
    • Responder

    Sim, de facto, estas notificações estão na área de infracções fiscais. Eu desde Junho até agora já recebi sete: umas da altura dos recibos verdes, há 3 anos atrás ( o engraçado é que de lá para cá têm-me passado certidões a dizer que não devo nada ao estado) e tenho seis do selo do carro, em todas paguei o selo a dia 1 de Abril, ou seja, algumas horas depois do limite. O pior é que de uma infracção do IVA (recibos verdes) eu reclamei e foi-me dada razão, mas tive de pagar 51 euros de custas administrativas, isto é, da alguém ter tido o trabalho de ler a minha reclamação, ver a legislação e ver que eu tinha razão. Isto é verídico!

      • Joed on 16 de Dezembro de 2011 at 21:03
      • Responder

      Porque não reclamar à paulada que é o que esta corja de ladrões mafiosos merecem. Temos de deixar de ficar quietos e a remoer a canalhice. A mim há anos deviam-me 70.000 escudos e eu devia 100.000 escudos. Eu tive de pagar os 100.000, mas os pulhas não me fizeram o desconto e nem me pagaram, também nunca mais paguei senão o que não posso fugir e sempre fugirei ao que puder. Corja de bandidos vão roubar o c.

    • Catarina on 16 de Dezembro de 2011 at 18:40
    • Responder

    E atenção que as dívidas fiscais só aparecem no site (ou portal como eles gostam de chamar) quando entram em fase de instauração do processo.
    Ou seja, até essa altura (que podem ser vários meses e até anos) não há aviso nenhum e anda a render juros. Pelo que percebi uma vez pela reacção de uma funcionária das finanças, é mesmo essa a intenção.

    CORJA DE LADRÕES!!!!
    (desculpem o desabafo mas ainda há uns meses tive que largar uma maquia valente por causa deste truque e da incompetência, infelizmente não documentada, de um outro funcionário das finanças)

    • trill on 16 de Dezembro de 2011 at 19:12
    • Responder

    é típico das sociedades terceiro mundistas e corruptas – onde uns poucos se tirnam bilionários à custa da população que é explorada e roubada – este tipo de “esperteza” para “sacar” omáximo possível aos cidadãos”.

    Portugal necessita de uma “primavera árabe” – a valer qie não seja monopolizada por grupos obscuros – tanto quanto os países subjugados por máfias corruptas.

    • Manuel Silva on 16 de Dezembro de 2011 at 19:34
    • Responder

    Arlindovsky,
    Este post não tem pés nem cabeça e é um processo de intenções que só o deslustra.


    1. Consegues explicar como se passa para uma instauração de processo quando não se tem conhecimento da coima?

        • Manuel Silva on 16 de Dezembro de 2011 at 20:45
        • Responder

        Referes-te a que processo?
        Como podes não ter conhecimento da coima? Mudaste de casa e não alteraste o teu endereço nas finanças ou deitas as cartas ao lixo sem as abrires ou, ainda, não as levantas nos correio?


        1. O registo das cartas pelas finanças actualmente são simples, não obriga a que o destinatário tome conhecimento. Basta que o carteiro coloque a carta na caixa de correio do vizinho para passar o prazo reduzido para o pagamento da coima e depois ser cobrada a dobrar com custas. A notificação que não recebi era relativa ao valor de 15 euros e com esta brincadeira passou para 55,50.

    • costta on 16 de Dezembro de 2011 at 21:29
    • Responder

    a mim é a segurança social. descobri agora que apesar de ter metido a declaração para ficar isento por descontar para a CGA, eles, nos ultimos 2 anos, todos os meses me debitaram a mensalidade. agora tenho la milhares de euros para pagar e eles nunca me disseram nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog