Jan 31 2015

Notícias da Imprensa de Ontem

Com a minha justificação para as razões que levam os dois grupos de recrutamento, 100 e 240, a terem mais docentes em vias de entrar na requalificação.

dn 90

 

Diário de Notícias (30-01-2015)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/noticias-da-imprensa-de-ontem/

Jan 31 2015

Nunca Estão Bem

… mesmo quando as coisas vão correndo bem.
 
Mas o mais chato é não terem ido para a requalificação uns largos milhares de docentes como sempre disseram que iam.
 
Assim, o Carnaval fica meio fraquinho.
 

MEC propõe aos professores solução que penaliza docentes, alunos e escolas e até o erário público

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/nunca-estao-bem/

Jan 31 2015

E Se na Norma Travão Não Fosse Considerado o Mesmo Grupo de Recrutamento?

Depois de ter considerado haver 461 docentes a reunir as condições para a vinculação pela norma travão fiz vários estudos em colaboração com o Davide Martins para verificar a possibilidade de ser alargada a vinculação a mais docentes de forma a criar mais justiça nesta injusta regra.

Alguns dos estudos serão divulgados apenas no fim da próxima semana, mas deixo já um estudo que fizemos para o caso da vinculação não exigir que a colocação tivesse sido sempre no mesmo grupo de recrutamento.

 

Como se verifica no quadro seguinte, dos 461 docentes que identifiquei para essa vinculação, poderia ser alargado a 565 docentes caso a colocação no mesmo grupo de recrutamento não fosse uma das condições exigidas pelo MEC. Ou seja, apenas mais 104 docentes passavam a reunir essas condições.

Não é um alargamento muito grande e criava mais justiça numa regra que acaba por ser injusta, pois penaliza os docentes com mais habilitações em detrimento daqueles que apenas têm uma habilitação profissional.

Seriam essencialmente os grupos 910 – Educação Especial 1 e 110 – Primeiro Ciclo que veriam mais docentes abrangidos por essa eventual alteração.

 

estudo diana

No que respeita ao tempo de serviço em 31 de Agosto de 2013 destes 565 docentes teríamos a seguinte distribuição.
 

2005-2015 norma travao
 
A moda dos docentes a vincular pela norma situa-se nos 11 anos de serviço em 31 de Agosto de 2013, com 83 ocorrências.

Apenas um docente tinha nessa data menos de 5 anos de serviço e é do grupo 100 – Educação Pré-escolar.

Se existisse vontade do MEC em alterar a injusta lei da norma travão, podia em primeiro lugar retirar a condição dos 5 contratos serem no mesmo grupo de recrutamento. Não criava muita diferença nos números finais e ajudava a tornar mais justa uma regra discriminatória que penaliza quem tem mais habilitações profissionais.

 

Os vários estudos que estão a ser feitos são para levar ao MEC e a diversas reuniões com os diferentes grupos parlamentares com vista a algumas alterações nas regras actualmente existentes. Por essa razão, só após essas reuniões é que serão divulgados aqui no blog.

Se o MEC trabalhasse os dados como por aqui se tem feito ao longo dos anos acredito que não se cometessem os mesmos erros legisl

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/e-se-na-norma-travao-nao-fosse-considerado-o-mesmo-grupo-de-recrutamento-2/

Jan 31 2015

Resumo da Semana 4 e Antevisão da Semana 5

Verifica-se um decréscimo de pedidos de horários nesta última semana que terá muito provavelmente acontecido para tentar resolver o problema dos docentes que ainda não tinham componente lectiva.

Com a resolução do problema até ao dia 2 de Fevereiro é provável que volte a crescer o número de pedidos a partir dessa altura.

 

 

semana4

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/resumo-da-semana-4-e-antevisao-da-semana-5/

Jan 31 2015

Comecei a Dar Muito Trabalho

… só por ter dito que os QZP não eram obrigados a concorrer ao concurso interno.

Mas parece que agora já todos percebem.

 

Julgo que seja só distracção, porque a legislação que diz isso tem quase um ano.

 

O Sindicato dos Professores do Norte tem vindo a ser contactado por diversos docentes procurando obter alguns esclarecimentos sobre os concursos.

 

Os docentes hoje colocados em QZP não são obrigado a concorrer para mudar (seja para outro QZP ou para quadro de Agrupamento). E, portanto, um professor colocado hoje num QZP do qual não quer sair, não vai a concurso. A querer concorrer, pode fazê-lo apenas a algumas escolas que lhe interessem. Mantendo-se em QZP, terá, no entanto, de concorrer a Mobilidade Interna para ficar depois colocado numa escola;

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/comecei-a-dar-muito-trabalho-a-semana-passada-2/

Jan 30 2015

“Animação, hoje é sexta!” (Filmes do NFB/ONF)

Hoje, que é sexta, há animação! Desta apresento-vos um dos estúdios de animação mais conceituados no mundo e dos que melhores curtas metragens de animação produz: o NFB – National Film Board (do Canadá).

Começamos, então, pela aldeia dos idiotas – Village of Idiots foi realizado em 1999 por Eugene Fedorenko e Rose Newlove. Esta é uma história absolutamente fantástica, superiormente animada e com muito humor, baseada num conto popular judaico e que narra a vida de Shmendrik que, cansado da sua terra (Chelm) decide partir em busca de conhecimento, levando-o para a sua nova Chelm, obviamente, um local muito parecido (igual?) à sua anterior Chelm. Deliciem-se com o humor da nova vida de Shmendrik e a sua proximidade, incomum, da sua antiga vida.

 

O segundo filme intitula-se Madame Tutli-Putli e foi realizado em 2007 por Chris Lavis e Maciek Szczerbowski. Esta animação conta a história da Madame Tutli-Putli que embarca num comboio noturno carregando todos os seus pertences, incluindo os seus fantasmas do passado. Ela viaja sozinha e encara, ao mesmo tempo, a bondade de alguns e o perigo iminente representado noutros. Enquanto amanhece, Tutli-Putli embarca numa aventura desesperada e metafísica vagando entre o real e o imaginário, confronta seus demónios numa corrente de mistério e suspense. Uma nota especial e digna de registo (depois perceberão a razão) vai para Jason Walker que criou os olhos da Madame Tutli-Putli.

 

A terceira animação é: When the Day Breaks. Realizada por Amanda Forbis e Wendy Tilby em 1999, esta animação conta a história de um galo e um porco. Pelo pequeno-almoço, o galo descobre que apenas tem um biscoito para o seu café matinal e o porco, ao preparar o seu repasto com restos de cascas de batata do lixo, descobre que precisa de leite para as preparar. É quando vão ao supermercado que a vida destas duas personagens se cruza num caminho comum, Um limão cai no esgoto… e aí, ambas as vidas são alteradas. A não perder.

 

Aqui ficam as propostas desta semana. Muita animação, afinal, hoje é sexta!

Para a semana que vem há mais!

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/animacao-hoje-e-sexta-filmes-do-nfbonf/

Jan 30 2015

Novidades da Nova DGAE

O calendário voltou a funcionar.

Apesar de ser uma pequena mudança é um bom sinal. Sinal que as datas passaram a ser importantes.

 

 

 

tmp_11795-dgae-669938596

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/novidades-da-nova-dgae/

Jan 30 2015

Vagas Positivas e Negativas para o Concurso Interno

Como hoje é o último dia para as escolas apurarem as vagas positivas e negativas por grupo de recrutamento (desconheço se o prazo será prolongado) fica novamente neste post o formulário para serem indicadas as vagas pedidas pelas escolas/agrupamento de escolas, na aplicação das necessidades permanentes.

Para além das vagas positivas (1º quadro) e negativas (2º quadro) é pedido que indiquem o número de docentes que reúnem as condições para a vinculação ao abrigo do número 2 do artigo 42 do DL 132/2012, alterado pelo DL 83-A/2014.

Os dados por escola serão confidenciais e apenas farei uso de dados por QZP, pelo que ficará salvaguardada a confidencialidade dos dados introduzidos.

Se em 2013 houve por parte do MEC manipulação das vagas positivas, este quadro poderá servir para o comprovar quando forem publicadas as vagas no aviso de abertura do concurso interno se voltar a verificar-se essa manipulação de vagas.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/vagas-positivas-e-negativas-para-o-concurso-interno/

Jan 30 2015

Vamos Ver se Acerto na Fada de Hoje

… porque a de terça-feira disse-me os números ao lado.

 

euromilhoes 30 janeiro

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/vamos-ver-se-acerto-na-fada-de-hoje/

Jan 30 2015

Crónica de Vasco Pulido Valente

 

A estupidez à solta

Dezenas de analfabetos que gostam de se dar ares fizeram um escândalo com o aparente excesso de erros de ortografia, pontuação e sintaxe dos 2490 professores que se apresentaram à “Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades” (PACC). Deus lhes dê juízo.

 

Para começar, não há em Portugal uma ortografia estabelecida pelo uso ou pela autoridade. Antes do acordo com o Brasil – um inqualificável gesto de servilismo e de ganância –, já era tudo uma confusão. Hoje, mesmo nos jornais, muita gente se sente obrigada a declarar que espécie de ortografia escolheu. Pior ainda, as regras de pontuação e de sintaxe variam de tal maneira que se tornaram largamente arbitrárias.

 

Já para não falar na redundância e na impropriedade da língua pública que por aí se usa, nas legendas da televisão, que transformaram o português numa caricatura de si próprio; ou na importação sistemática de anglicismos, derivados do “baixo” inglês da economia e de Bruxelas.

 

De qualquer maneira, a pergunta da PACC em que os professores mais falharam acabou por ser a seguinte: “O seleccionador nacional convocou 17 jogadores para o próximo jogo de futebol (para que seria?). Destes 17 jogadores, 6 ficarão no banco como suplentes. Supondo que o seleccionador pode escolher os seis suplentes sem qualquer critério que restrinja a sua escolha, poderemos afirmar que o número de grupos diferentes de jogadores suplentes (é inferior, superior ou igual) ao número de grupos diferentes de jogadores efectivos.” Excepto se a palavra “grupo” designar um conceito matemático universalmente conhecido, a pergunta não faz sentido. Grupos de quê? De jogadores de ataque, de médios, de defesas? Grupos dos que jogam no estrangeiro e dos que, por acaso, jogam aqui? Não se sabe e não existe maneira de descobrir ou de responder. O dr. Crato perdeu a cabeça.

 

Na terceira pergunta em que os professores mais falharam, o dr. Crato agarrou nas considerações tristemente acéfalas de um cavalheiro americano sobre “impressão e fabrico” de livros. Esse cavalheiro pensa que há “livros em que a beleza é um desiderato” (ou seja, a beleza do objecto) e outros “em que o encanto não é factor de importância material” (em inglês, “material” não significa o que o autor da PACC manifestamente julga). E o homenzinho acrescenta pressurosamente: “Quando tentamos uma classificação, a distinção parece assentar entre uma obra útil e uma obra de arte literária”. A obra de arte pede beleza ao tipógrafo (ao tipógrafo?), a obra útil só pede “legibilidade e comodidade de consulta”. Perante este extraordinário cretinismo, a PACC exige que os professores digam se o “excerto” “ilustra” os dois termos de uma comparação, o primeiro, o segundo ou nenhum deles. Uma pessoa pasma como indivíduos com tão pouca educação e tão pouca inteligência se atrevem a “avaliar” alguém.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/cronica-de-vasco-pulido-valente/

Jan 29 2015

Desabafo de uma Docente em Véspera da Requalificação

“Este deve ser mais um desabafo de tantos que já leram. Se pretenderem divulguem, se não fica entre nós.

Estou a escrever num momento de …, nem sei expressar de quê, pois são tantos os sentimentos que não consigo selecionar um que consiga expressar tudo o que estou a sentir.

Escrevo para expor o que uma professora que está no limite da entrada para a requalificação está a passar esta semana.

Como sou do grupo de recrutamento do 240, já devem saber que os últimos anos não foram fáceis, mas este tem sido um pesadelo.

Sou professora de agrupamento de escolas, com horário zero. No início do ano letivo estive na minha escola de provimento, até ser coloca noutro agrupamento, num horário temporário de um mês. Este agrupamento fica mais perto da minha residência tornando esta situação uma grande vantagem. Ao terminar este horário, e na incerteza de voltar a ser colocada noutro agrupamento, e segundo o nosso Estatuto, fiquei neste à espera. A partir daqui cumpri vários horários, dependendo das necessidades do agrupamento. Entretanto como no início do ano letivo tinha sido pedido o desdobramento de uma turma do PIEF e poderiam assim surgir seis horas letivas, das quais quatro já estava a fazer coadjuvação, esta seria uma hipótese para sair da bolsa de recrutamento.

Esta semana, mais precisamente na terça-feira ligam-me, não posso confirmar qual o organismo, pois fiquei nervosa e esqueci-me, a propor para fazer parte de uma equipa multidisciplinar no meu agrupamento de provimento. Perguntei se iria sair da “possível” requalificação, dizem-me que sim. Aceitei e fiquei a aguardar, como foi recomendado, esclarecida de que era provável que não fosse colocada na próxima e última bolsa de janeiro.

Na quarta-feira sai a Reserva de Recrutamento 15, na qual não fiquei colocada.

Hoje, quinta-feira, recebo um telefonema a informarem-me que foi enviado um e-mail ao qual tenho que responder num prazo de 24 horas a contar da hora de envio do mesmo. Digo que fizeram-me uma proposta para uma equipa multidisciplinar. Mas, quem esta a ligar só esta incumbida de informar sobre o e-mail e da sua urgência.

Este e-mail informa que como não foi colocada, estou na requalificação e segundo o artigo blá, blá, do Estatuto blá blá (desculpem perdi a paciência) e dando cumprimento “ao disposto no n.º 1 do art.º 47.º–E do referido Decreto-Lei e de acordo com o disposto previsto no n.º 2 do art.º 8.º, manifeste as suas preferências no âmbito do(s) grupo(s) de recrutamento para o(s) qual(ais) possui qualificação profissional, nos termos do art.º 9.º, sem prejuízo do disposto nos n.os 1 e 2 do artigo 47.º-C, no prazo de 24 horas, para efeitos de mobilidade prevista no n.º 3 do artigo 64.º do ECD.”

Abri a lista de horários que foi enviado em anexo e na zona centro para o meu grupo, bem… menos quarenta porcento do meu ordenado, se calhar não é muito mau.

Entretanto, sei que foi colocada uma colega no agrupamento como PIEF pela Bolsa de Recrutamento 15.

 

Professora do 240″

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/desabafo-de-uma-docente-em-vespera-da-requalificacao/

Jan 29 2015

Mais 157 Docentes a Vincular

… para além dos 461 que já identifiquei aqui.

 

O próximo quadro resulta de inquérito feito aqui no blog a docentes que tenham sido colocados nos últimos 5 anos letivos em horário anual, completo e sucessivo, no mesmo grupo de recrutamento, mas que em pelo menos 1 dos 5 anos tenha sido em escola TEIP ou com Autonomia.

Existiram 254 docentes que preencheram o formulário, no entanto eliminei todos aqueles que disseram ter sido colocados sempre pela DGAE porque esses dados já os tenho.

Continua a ser o QZP 7 o que terá mais vagas para quem reúne os requisitos do número 2 do artigo 42, do DL 83-A/2014, mas aqui já é o grupo 290 que possui mais lugares de quadro e como já referi em posts anteriores é na zona norte que tal acontece e o QZP 1 nesta amostra tem 18 lugares a abrir.

Quem reúne as condições para a vinculação semi-automática e ainda não preencheu o formulário agradeço que o possa fazer aqui ou no rodapé do blog no formulário que existe para esse fim. Podem também acompanhar os resultados clicando aqui.

NOTA: apenas deve preencher este formulário quem reúne as condições para a vinculação semi-automática (ter em 2014/2015 cinco contratos anuais, completos e sucessivos no mesmo grupo de recrutamento) e ter sido colocado num dos 5 anos em escola TEIP ou com autonomia, ou ter uma colocação com efeitos ao dia 1 de Setembro e que não tenha aparecido na lista de colocações da DGAE (exemplo: ter ganho um recurso hierárquico que produziu efeitos ao dia 1 de Setembro em horário completo e anual).

157

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/mais-157-docentes-a-vincular/

Jan 29 2015

Com os Colégios a Greve Durou Apenas um Dia

E o MEC veio logo a terreiro defendê-los contra o Tribunal de contas.

Vamos ver se a reacção será a mesma com estes professores das AEC, mas se for é porque há muito “knowhow” pelo caminho.

 

Professores sem receber desde setembro deixam de assegurar atividades nas escolas

 

 

Cerca de 400 professores que asseguram as Atividades de Enriquecimento Curricular no primeiro ciclo e que não recebem desde setembro vão deixar de comparecer nas escolas na próxima segunda-feira, disseram alguns dos docentes à agência Lusa.

 

Numa ação à entrada da escola de primeiro ciclo do ensino básico da Póvoa da Isenta, no concelho de Santarém, promovida pela Comissão de Pais, vários professores contratados para as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) pelo agrupamento de escolas Alexandre Herculano, através da empresa Knowhow, lamentaram que o Ministério da Educação não tenha ainda pagado à entidade que os contratou.

“A empresa fez o que tinha a fazer. Não depende deles”, disse à Lusa Pedro Machado, professor de dança, frisando que os docentes têm aguardado pacificamente “apenas pelas crianças”.

Em causa estará uma dívida superior a 300 mil euros à Knowhow, associação de solidariedade social que assegura as AEC em 14 agrupamentos de escolas do país, abrangendo cerca de seis mil alunos e 400 docentes.

“Esta situação é indecente”, disse à Lusa Helena Jorge, porta-voz da Comissão de Pais da escola da Póvoa da Isenta, alertada por outros encarregados de educação que se aperceberam que, neste estabelecimento de ensino, os professores das AEC deixaram de comparecer na passada segunda-feira.

No período entre as 16 e as 17.30 horas “os meninos acabam por ficar sem vigilância, porque as funcionárias têm que limpar a escola, quando deviam estar a ter atividades de que gostam muito e que são tão importantes para eles”, afirmou.

“Estamos a pagar para vir trabalhar”, frisou Pedro Machado, lembrando que os professores, a cumprir nas AEC um horário de cinco horas semanais, pagam do seu bolso as deslocações, sendo que, no caso do concelho de Santarém, muitas escolas se situam a vários quilómetros das sedes dos agrupamentos.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/com-os-colegios-a-greve-durou-apenas-um-dia/

Jan 29 2015

São Inúmeros os Problemas das Contratações de Escola

… que me vão chegando por mail.

Fica aqui mais um relato.

 

Agora a moda nas contratações de escola é excluírem a maioria dos candidatos dizendo que não receberam o email com os documentos da avaliação curricular, quando o candidato tem em sua posse a confirmação do email enviado com dia e hora dentro do prazo.

Será que os emails das escolas andam todos com “problemas” e só recebem emails de alguma pessoas?…
Será que alguns emails ficam perdidos, por nesses 3 dias haver muita gente a enviar mensagens com vários MB de ficheiros?

Algumas escolas passam a incluir os candidatos nas listas, após o termo da candidatura, mas outras não querem saber.
Afinal a prova que consta no nosso email não serve como nos avisos de recepção das cartas?

Um candidato pode ser prejudicado por uma falha informática, por a escola ter apagado o seu email, por ter ido para spam ou aquelas que por má fé dizem não ter recebido?!

O que vale mais? A escola dizer que não recebeu ou o candidato ter o comprovativo do envio?

Como nos podemos defender nestes casos?

Estou a denunciar superiormente as escolas que não aceitam o comprovativo do envio.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/sao-inumeros-os-problemas-das-contratacoes-de-escola/

Jan 29 2015

O Que Faz Umas Eleições Legislativas

PS apoia revogação da prova dos professores

 

Socialistas juntam-se ao PCP e PEV

 

O PS apoiou esta quinta-feira a revogação da Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades dos professores (PACC), apresentada por PCP e PEV no parlamento, e PSD e CDS-PP defenderam a continuidade da prova criada pelo governo socialista de Sócrates.

«Se esta prova, tal como está, nada prova, então reprove-se a prova», resumiu o deputado do PS Agostinho Santa, após criticar «a forma precipitada, indefinida e canhestra» da atual PAAC e de um Governo que, «ao fim de dois anos e meio de inércia», veio impor um teste para «servir um fim diferente daquele para que fora criado».

«Trata-se de um mecanismo isolado com caráter decisivo no impedimento de acesso à profissão e ao emprego. O PS não embarca em soluções simplistas. É preciso ter discernimento. É preciso regressar a um debate sério sobre a matéria», argumentou.

 
Admiro a memória curta dos oportunistas deputados.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/o-que-faz-umas-eleicoes-legislativas/

Jan 29 2015

Dúvidas Sobre os Docentes a Indicar na 1ª Fase das Necessidades Permanentes

Chegam-me relatos com algumas dúvidas de escolas sobre que docentes devem indicar na aplicação para o apuramento das necessidades permanentes, em especial no que respeita aos docentes contratados que reúnem o disposto no nº 2 do DL nº 132/2012,  na redacção conferida pelo DL n.º 83-A/2014, de 23 de maio.

E o que diz o número 2 do referido diploma?

 

2 — Os contratos a termo resolutivo sucessivos celebrados com o Ministério da Educação e Ciência em horário anual e completo, no mesmo grupo de recrutamento, não podem exceder o limite de 5 anos ou 4 renovações

 

A nota informativa omite a necessidade dos contratos anuais e completos serem no mesmo grupo de recrutamento, mas o referido diploma obriga a que assim seja, pelo que, considerar colocações em grupos de recrutamento diferentes será contrário ao referido artigo.

As colocações anuais a termo resolutivo sucessivo obriga a que a contagem do tempo de serviço em cada ano letivo seja sempre de 365 dias. Apenas os contratos administrativos de provimento podiam retroagir ao dia 1 de Setembro se a colocação fosse feita até ao dia 31 de Dezembro e esses contratos já não existem desde 2009 com a introdução do RCTFP publicado em 2008.

 

 

B. Informação respeitante a docentes colocados por Contratação

 

Por número de docentes colocados, abrangidos pelo n.º 2 do artigo 42.º do DL n.º 132/2012, na redação conferida pelo DL n.º 83-A/2014, de 23 de maio, deve entender-se o número de docentes que se encontram em exercício de funções no agrupamento de escolas ou escola não agrupada, e que possuam 5 colocações ou 4 renovações (incluindo o ano 2014/2015) com contratos a termo resolutivo sucessivos celebrados com o Ministério da Educação e Ciência, em horário anual e completo.

Após a indicação do número de docentes, deve proceder à sua identificação. Para o efeito deve carregar no botão “NOVO”, e adicionar os dados respeitantes a cada docente na grelha apresentada. O procedimento deve ser repetido o número de vezes necessárias para adicionar todos os docentes.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/01/duvidas-dos-docentes-a-indicar-na-1a-fase-das-necessidades-permanentes/

Artigos mais antigos «

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: