Abr 26 2018

Mais um Desdito da DGAE РProgress̵es em 2018

Lembram-se do debate aqui em tempos sobre a dispensa da avaliação de desempenho para quem ao longo do ano civil 2018 progredisse de escalão?

Pois, agora a DGAE volta com a palavra atrás ao que anunciou aqui.

E já aqui e aqui tinha mostrado a minha curiosidade com resposta idêntica da DGAE no recenseamento docente e assinado pela anterior Diretora-Geral.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/mais-um-desdito-da-dgae-progressoes-em-2018/

Abr 26 2018

Divulga̤̣o РMuito mais que uma associa̤̣o РASSP

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/divulgacao-muito-mais-que-uma-associacao-assp/

Abr 26 2018

A Fenprof Anda Completamente ao Papel

Ao menos não empatem…

Leitura mais que aconselhada:

  1. Tentem Ṇo Atrapalhar, Por Favor! | O Meu Quintal Р18 de Abril

  2. Ainda Bem Que Eu Sou Leigo Em Coisas Jurídicas | O Meu Quintal – 19 de Abril

  3. A Fenprof Reage | O Meu Quintal – 20 de Abril

  4. Ao Cuidado… | O Meu Quintal – 21 de Abril

  5. Compara̵̤es | O Meu Quintal Р23 de Abril

  6. A Fenprof Volta a Reagir! | O Meu Quintal – 26 de Abril

  7. A Fenprof Volta a Reagir! 1 – Os “Argumentos” | O Meu Quintal – 26 de Abril

  8. A Fenprof Volta a Reagir! 2 – A Questão “Política”… | O Meu Quintal – 26 de Abril

  9. A Fenprof Volta a Reagir! 3 – O Amuo | O Meu Quintal – 26 de Abril

 

PS:

Vamos em 4764 4900 assinaturas…

Consideração integral do tempo de serviço docente prestado durante as suspensões de contagem anteriores a 2018, para efeitos de progressão e valorização remuneratória

AQUI.

Dica no registo: o número de eleitor não é obrigatório, mas, deve ser preenchido porque é pedido no momento da assinatura.

Depois do registo, o melhor é sair e voltar a entrar no site pelo link directo da iniciativa.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/a-fenprof-anda-completamente-ao-papel/

Abr 26 2018

É já a seguir… vai anular, vai…

… estou mesmo a ver o ME a anular o concurso para negociar com os sindicatos. Vão alegar interesse público e acabam com o “circo”…

Já agora, onde é que andaram até hoje?

A FENPROF exige que o concurso de integração extraordinário seja de imediato anulado, que, com caráter de urgência, seja aberto um processo negocial para aprovar o regime desse concurso e que, logo de seguida, o concurso seja relançado nos termos que tiverem sido negociados.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/e-ja-a-seguir-vai-anular-vai/

Abr 26 2018

Afinal Não São Versões Diárias Diferentes

…as provas práticas de aferição.

 

Informação complementar – Provas de Aferição Práticas

 

Publica-se a informação complementar relativa ao calendário de aplicação das diferentes versões das provas de aferição práticas e de disponibilização dos ficheiros respetivos na Extranet do IAVE, I.P.

 

 

Download do documento (PDF, 198KB)

 

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/afinal-nao-sao-versoes-diarias-diferentes/

Abr 26 2018

Opinịo РSabia que pode obrigar o Parlamento a votar a sua Lei? РAlexandre Henriques

 

Basta! O povo precisa de tornar-se novamente soberano, mostrar que tem voz, que quer e merece melhores condições de vida.

Sabia que pode obrigar o Parlamento a votar a sua Lei?

Nesta quarta-feira comemorámos o dia da liberdade. O 25 de abril será sempre um marco, mesmo para quem não o viveu ao vivo e a cores. Estas linhas só são possíveis graças a bravos soldados e a gratidão é um bem precioso e, por isso, e antes de tudo, deixo-lhes aqui o meu muito obrigado!

Ontem falou-se numa reforma do sistema político. Eu falo em reforma pela verdade. Falta verdade, falta honestidade e o povo sabe que lhe mentem. Por isso o povo está a desligar, por isso o povo está a deixar de votar. É preciso uma democracia 2.0, é preciso governar para o povo, servir o povo, sentir o povo.

Infelizmente o povo português é o típico queixinhas, queixa-se no café, queixa-se no supermercado, queixa-se na bomba de gasolina, no trabalho, em casa, em todo o lado. Queixa-se mas pouco ou nada faz. O povo está manso, domesticado, já nem sente o chicote diário, julga que tudo é normal pois a anormalidade tornou-se banal. Subjugado a uma classe política hábil e a uma comunicação social comprometida, realiza a sua rotina e encolhe os ombros. “É a vida…”

Basta! O povo precisa de tornar-se novamente soberano, mostrar que tem voz, que quer e merece melhores condições de vida. É preciso chatear, “morder” os calcanhares de quem nos representa na Assembleia da República e obrigá-los a votar, para que as palavras bonitas sejam mais do que isso mesmo. Falar é fácil, escrever as leis é outra coisa e é preciso que as máscaras caiam…

Qualquer cidadão pode apresentar um Projeto de Lei no Parlamento. Para o efeito, precisará de 20 mil assinaturas, um número significativo, contrapondo com as 7500 que são necessárias para uma candidatura à Presidência da República. Curioso, não?

Os professores, mais uma vez, pretendem ser um farol social e mostrar que o cidadão comum tem o poder nas suas mãos. No momento em que escrevo estas linhas, decorre o processo de recolha de assinaturas para um Projeto de Lei que visa recuperar todo o seu tempo de serviço efetivamente prestado… mas congelado. Um ato de cidadania, um ato de democracia, um grito de revolta pela incapacidade sindical e governamental em devolver o que é dos professores por direito.

Os professores não podem ser o patinho feio da função pública, não podem ser vítimas por serem muitos. Merecem ser respeitados e o respeito mostra-se também pelo vencimento que lhes é devido, correspondente à enorme responsabilidade que é formar o futuro deste país.

Ontem foi dia de festa, foi dia de lembrar aqueles que mostraram determinação, garra, sentido de justiça e uma enorme espinha dorsal, tempo de afirmar que tudo valeu a pena. E, a melhor forma de respeitarmos a sua luta é lutarmos também por aquilo que é nosso. Respeitando a Constituição, aplicando a Democracia, sentindo a Liberdade das nossas ações e consequências dos nossos atos.

in Público

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/opiniao-sabia-que-pode-obrigar-o-parlamento-a-votar-a-sua-lei-alexandre-henriques/

Abr 26 2018

Provas de Aferição em suporte digital – eAssessment

Pelo que me contaram o IAVE ficou surpreendido por as escolas de teste não terem PCs para todos os alunos que iriam fazer a prova em suporte digital.

 

Provas de Aferição em suporte digital – eAssessment

 

 

Sistema de Apoio à Modernização e Capacitação da Administração Pública 
Escola 360 | Provas de Aferição

 

No âmbito do projeto Provas de Aferição em suporte digital – eAssessment, o IAVE disponibiliza itens para que os alunos, os professores se possam familiarizar com a plataforma que servirá de suporte à realização da prova de Matemática (86), cuja realização em modo digital irá ocorrer numa amostra de escolas.

O acesso à plataforma é realizado através do endereço http://pae.iave.pt ou através do link existente no menu “Acessos”  na página do IAVE, devendo ser escolhida a opção “Acesso para convidado” Este acesso permite a qualquer cidadão testar a plataforma e experimentar o ambiente de realização de um teste em suporte digital.


Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/provas-de-afericao-em-suporte-digital-eassessment/

Abr 26 2018

Pareceres do CNE

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/pareceres-do-cne-2/

Abr 26 2018

Fátima Ventura no Jornal de Mafra – Iniciativa Legislativa de Cidadãos I Tempo de Serviço dos Professores

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/fatima-ventura-no-jornal-de-mafra-iniciativa-legislativa-de-cidadaos-i-tempo-de-servico-dos-professores/

Abr 26 2018

Notícias Soltas do Dia de Hoje

Docentes pedem à AR que reconheça mestrados e doutoramentos dos contratados » Educare – O Portal de Educação – O Sindicato Independente de Professores e Educadores (SIPE) quer que os graus obtidos antes da integração na carreira passem a contar para a progressão de escalões, tendo pedido a intervenção dos grupos parlamentares.

Todas as vagas abertas para os concursos de professores terão de ser preenchidas | Educação | PÚBLICO – Ministério da Educação não pode voltar a anular vagas sob pena de ir contra a Lei do Orçamento de Estado. Tutela esclarece que os docentes do ensino particular não poderão concorrer ao concurso para a vinculação extraordinária de professores a contrato.

Educa̤̣o РMinist̩rio garante que professores de col̩gios ṇo ocupaṛo lugares do p̼blico РSindicatos receavam que centenas de docentes do privado entrassem nos concursos, mas o ministro Tiago Branḍo Rodrigues garantiu ontem ao DN que estes lugares esṭo reservados aos professores das escolas do Estado

Ministro da Educação desvaloriza polémica em torno do concurso de professores – Arrancou na passada segunda-feira o concurso de professores para entrar nos quadros e já está envolto uma polémica por causa das regras que os sindicatos consideram ser ilegais. O Ministro da Educação desvaloriza o assunto.

Concurso extraordinário de professores suscita polémica | TVI24

Professores concentram-se na Assembleia Regional contra alterações ao decreto dos concursos esta quarta-feira – O Jornal Económico – A concentração é promovida pelo Sindicato dos Professores da Madeira que teme que estas alterações levem a uma redução drásticas de docentes contratados e à sobrecarga de trabalho dos professores do quadro.

“Políticas educativas da Região promovem emprego docente” – Secretário diz que vai haver 2 zonas, correspondentes à Madeira e Porto SAnto

Expresso | Controlo de moradas nas matrículas escolares vai ser mais apertado

Portugal reduz taxa de abandono escolar e aumenta a de licenciados mas continua aquém das metas para 2020 | Educação | PÚBLICO – No ano passado 12,6% dos jovens entre os 18 e os 24 anos saíram demasiado cedo do sistema de educação e formação. A média da União Europeia foi de 10,6%.

Leia o resto »

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/noticias-soltas-do-dia-de-hoje-110/

Abr 25 2018

Porquê o Sim e o Não nos Campos 2.2.5, 2.2.6 e 2.2.7

Os candidatos QZP que concorrem ao concurso interno vão ter as 3 perguntas quase semelhantes, mas que diferem nos anos de possível ingresso na carreira.

 

Estas perguntas servem apenas para caso exista uma resposta sim a uma desta perguntas vai fechar a vaga de QZP no caso de mudança de lugar de quadro do docente, não podendo assim a mesma ser recuperada para outro docente.

No entanto se vincularam no concurso extraordinário de 2013 ou 2014 e já mudaram de quadro (para outro QZP, para QE ou para outro grupo de recrutamento) devem colocar não pois a vaga já foi extinta noutros concursos.

Mas não tinha ideia que a entrada no quadro em 2017, através do concurso externo, também fosse em vaga não recuperável.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/porque-o-sim-e-o-nao-nos-campos-2-2-5-2-2-6-e-2-2-7/

Abr 25 2018

Educação foi a mais atingida por sangria na Função Pública

Educação foi a mais atingida por sangria na Função Pública

 

 

O Estado perdeu 58 mil funcionários públicos entre 2011, ano da entrada da troika, e 2017.

 

Os ministérios da Educação e da Defesa e as autarquias foram os mais penalizados e respondem por dois terços da redução registada no Estado central, no regional e nos municípios. Pelo peso esmagador que tem (emprega 27% de toda a Função Pública), a Educação sofreu o maior corte: quase 19 mil pessoas. No pico, em 2014, tinha menos quase 27 mil. É também o que mais recupera, desde 2015.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2018/04/educacao-foi-a-mais-atingida-por-sangria-na-funcao-publica/

Artigos mais antigos «

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar